REDESCOBRIDORES DA ALMA!

terça-feira, 16 de agosto de 2011

PERDÃO



 

Um verbo que a muitos causa admiração
Não é nada fácil a sua conjugação
Dentro de um coração puro 
É a chama da fertilização


Para a alma delicada
A almejada compreensão
Soa este sentimento para muitos
Como a mais doce e sublime ilusão


Docilidade há na ênfase 
Da sua sonoridade
Em todas as línguas
Com tamanha diversidade


No íntimo coração que parece desumano
Na condição de mortal do simples ser humano
É delicado praticar continuamente
A nobreza que requer de nós certamente


Como ainda sou plebeia
E não consigo no tempo
Que se chama hoje
Mudar a minha triste ideia


Peço a Deus que eleve o meu espírito
Para em mim se concretizar passo a passo
Lentamente, e sem hipocrisia no pensamento
A verdade do sagrado mandamento!


 AUTORIA: Patrícia Pinna.
Imagens: Internet.



 




37 comentários:

  1. Quando o orgulho morre conquistamos a liberdade.
    A liberdade de de saber que aprendemos e com os erros...
    O orgulho nos impede de admitirmos que estamos errados, já que ele faz com que nos sintamos as pessoas mais inteligentes e mais corretas do universo. Quanto engano, quanta presunção. Acho que estou sempre certa, mas o que consigo fazer sozinha? Nada. Afinal, sou dependente das pessoas que me cercam.
    LINDO POEMA.
    BEIJOS QUERIDA

    ResponderExcluir
  2. Fiquei feliz com sua visita e seu gentil comentário!
    Precisamos, realmente, com a graça divina, elevar nosso espírito, tão pequeno diante das grandes verdades, para que possamos contribuir para a harmonia entre as pessoas. Perdoar não é tão difícil, mas exige sabedoria e fé.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Doce e Fantástica Poetiza de Sonho:
    Escreveu um texto carinhoso, perfeito e lindo do seu sentir maravilhoso.
    Adorei.
    Divinal e mágico.
    MUITO OBRIGADO pela ternura expressa no meu blogue que adorei. Apareça sempre, será bem-vinda.
    Sempre a admirar o seu génio sublime de poetiza fabulosa e notável.
    Beijinhos amigos de pureza pelo seu encanto.
    Com estima e gratidão, respeitando-a sempre.

    pena

    Bem-Haja, sublime poetiza.
    Tudo o que cria FASCINA!
    Parabéns renovados.

    ResponderExcluir
  4. Lindo demais e o perdão é maravilhoso se realmente chega do coração!beijos,chica

    ResponderExcluir
  5. Querida amiga.
    Que seria do meu blog sem o teu carinho.
    Obrigada pela visitinha.
    Voce e muito especial.bjus

    ResponderExcluir
  6. Dizem: - devemos perdoar 7 vezes. Imagine o perdão setenta vezes 7 vezes? Realmente, penso que ao perdoar passamos a borracha do esquecimento, mas não é bem assim, ficam cicatrizes dentro da Alma!
    (rs)
    Bjs.

    ResponderExcluir
  7. Patricia


    Estive uns dias fora... Andai por este Portugal.
    Visitei Amigos ,Matei saudades.
    espreitei sempre o blog mas...não escrevi.
    Hoje...
    Voltei.
    E vim deixar beijinhos

    Gosto-te... De Verdade

    Se entrares no meu blog pelo google chrome

    ResponderExcluir
  8. Vim agradecer a visita e o comentário.
    Perdoar os outros (quanto a mim) é muito fácil.
    Difícil é perdoar-nos a nós mesmos.
    Até perceber que passava por me perdoar a mim, porque não era ninguém para perdoar os outros, foi um longo trabalho de reiki, que fui fazendo.
    Felizmente deu seus frutos.
    Gostei do seu cantinho.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  9. Curti o blog,

    to seguindo, retribui??

    abraços,
    http://devilge.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. O perdão pode até ser dificil, mas é um gesto nobre,,,e ele deixa muito mais leve a quem perdoa do que a quem foi perdoado...grande beijo de bom dia pra ti querida.

    ResponderExcluir
  11. Os humildes sabem sempre perdoar.
    Magnífico poema, gostei muito das tuas palavras.
    Querida amiga, tem um bom resto de semana.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  12. Patricia
    Lindíssimo o poema. O perdão é uma prova de todo o desapego. Perdoar é amar duas vezes, é ter consigo a liberdade da alma e do espírito. Bjkas com muito carinho!

    ResponderExcluir
  13. Olá Patrícia,

    Fazemos tantas coisas com as palavras e perdoar é uma delas.
    Belíssima poesia.
    Agradeço o seu comentário, no meu blog.

    Bj de luz.

    ResponderExcluir
  14. Muito lindo seu poema. Parabéns, beijos.

    ResponderExcluir
  15. Amém!
    Uma linda oração Patrícia.
    Um abraço querida.

    Fernanda

    ResponderExcluir
  16. Bom dia minha linda!
    Vc faz parte do meu coração...mora nele desde o primeiro dia que te add...vc é muito fácil de ser encontrada pq vc transmite para nós esse jeito bem verdadeiro do qual andamos a procura...
    "...Para a alma delicada
    A almejada compreensão
    Soa este sentimento para muitos
    Como a mais doce e sublime ilusão"...
    Essa é a tua alma ,que tanto falo...é assim mesmo...de criança inocente...
    Bjssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  17. Olá,Patricia!!

    Linda poesia, cheia de espiritualidade!!
    Perdoar não é fácil, mas faz bem!!Deixa a alma mais leve!!
    Beijos pra ti querida!!!

    ResponderExcluir
  18. Olá...
    Lindos versos...o perdão é uma benção... que só traz benefícios.
    Minha querida que lindo é seu blog e o conteúdo que nele você traz. Sem sombra de dúvida vou te seguir, não somente com um dos meus Blogs, mas com os dois, que vocês gentilmente está seguindo.
    Voltarei...beijos...
    Valéria

    ResponderExcluir
  19. Minha amiga!
    Sua poesia fala da mais poderosa virtude...
    Saber perdoar nem sempre é fácil mas é uma glória... Eu admiro quem perdoa muito!

    "O fraco jamais perdoa: o perdão é uma das características do forte." (Mahatma Gandhi)
    Beijos e que DEUS continue te iluminando!

    ResponderExcluir
  20. olá, patrícia,
    num tempo em que os valores mudam vertiginosamente e a agressão e a violência sobem de tom, textos como o teu nunca são de mais. porque o perdão é o caminho para a superação; a par deste, a formação e a educação cívica e moral, para aos poucos ser possível consolidar as bases do respeito pelo próximo.
    um bem-haja desde aqui.
    p.s. não sei por que a minha foto não aparece na janela dos seguidores do teu blogue; a verdade é que tenho uma foto pré-definida e na generalidade dos blogues em que sou seguidor ela aparece visível.
    beijinho renovado!

    ResponderExcluir
  21. Olá Patrícia,

    Falar do perdão por mais
    que pareça, engana por
    não ser tão simples assim
    Somos de todo imperfeitos,
    trancados em nosso egoismo,
    na gente o feito causa dor,
    no outro não? o que é isto?
    e por meras discussão, calemos
    para não se perder a razão,
    mas calar quem permite,
    o orgulho não deixa não...
    Mas e quando nada fazemos
    e sofremos traição,
    ficamos tão derrubados, que
    já não temos ação
    Por isto basta compreender,
    a ignorância do outro,
    pois o mundo não oferta alegria
    quando inveja a do outro.
    Pensemos antes em não fazer
    o que não queremos que nos façam
    quando ninguém prejudica de jeito
    e assim tão de graça.
    Amemos acima de tudo, amor todos
    queremos.
    Pedir perdão é uma arte, a livrar
    dos nossos venenos,
    perdoar então é alívio, ao curar
    as desventuras e se dar, porque é preciso.

    Amiga, você desenvolveu o perdão, muito bom
    o trocadilho e o teu chamado para
    tão bonita riqueza dos teus sentimentos...

    Feliz noite pra ti
    muito bom te ler e seguir...

    Beijos

    Livinha

    ResponderExcluir
  22. Confesso ter gostado bastante do teu poema, que partiu do bonito pensamento perdão. Perdão que serviu de fio condutor, rumo à beleza.
    A Evanir é uma daquelas pessoas de quem se gosta, sem reticências. Gostaria mesmo de ser o que ela pensa de mim.
    Também aprecei a visita e desejo não fique por aqui.
    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Patrícia querida,
    Que lindo esse poema!
    Me encantei também com este pensamento:
    “Para em mim se concretizar passo a passo
    A verdade do sagrado mandamento!”
    Muiiiito profundo e reflexivo...!
    Adorei a sua visita lá no meu blog.
    Volte mais vezes, viu?

    ResponderExcluir
  24. Patrícia, grata pela atenção e carinho,pois a rede está para isto, partilhas de bem...
    Fico feliz em ter interessado-se por participar da sala de visitas do (IN)PERCEPÇÕES, pois no Infinito Particular ela já acontece a quase seis meses...
    Se quiser e eu ficaria muito contente em publicar algo seu, envie-me por mail (maluccat@hotmail.com) aguma poesia, crônica, artigo, que seja pertinente aos conteúdos do blog.
    Pode ser a primeira.
    Postarei não neste sábado, mas no próximo.
    Fale sobre sua opinião em relação aos Preconceitos, Inclusão, Histórias de vida...
    Espero contato seu...
    Grande abraço minha querida!

    ResponderExcluir
  25. Amei fico por aqui seguindo-te e lendo tudo com calma!

    ResponderExcluir
  26. Patricia,
    O perdão é o princípio de um coração pacifista.
    E o perdão não é questão da gente sentir, pois é ordenança divina: "perdoai e vos será perdoado". Não adiante pedir perdão ao Pai e ter um coração duro e cheio de mágoas, pois o perdão que teremos é condicional ao perdão que liberamos. Tem uma passagem bíblica que fala sobre isso:

    Mateus 18:23-35

    23 "Por isso, o Reino dos céus é como um rei que desejava acertar contas com seus servos.

    24 Quando começou o acerto, foi trazido à sua presença um que lhe devia dez mil talentos.*

    25 Como ele não tinha condições de pagar, o senhor ordenou que ele, sua esposa, seus filhos e tudo o que ele possuía fossem vendidos para pagar a dívida.

    26 "O servo prostrou-se diante dele e lhe implorou: 'Tem paciência comigo, e eu te pagarei tudo'.

    27 O senhor daquele servo teve compaixão dele, cancelou a dívida e o deixou ir.

    28 "Mas quando aquele servo saiu, encontrou um de seus conservos, que lhe devia cem denários.* Agarrou-o e começou a sufocá-lo, dizendo: 'Pague-me o que me deve!'

    29 "Então o seu conservo caiu de joelhos e implorou-lhe: 'Tenha paciência comigo, e eu lhe pagarei'.

    30 "Mas ele não quis. Antes, saiu e mandou lançá-lo na prisão, até que pagasse a dívida.

    31 Quando os outros servos, companheiros dele, viram o que havia acontecido, ficaram muito tristes e foram contar a seu senhor tudo o que havia acontecido.

    32 "Então o senhor chamou o servo e disse: 'Servo mau, cancelei toda a sua dívida porque você me implorou.

    33 Você não devia ter tido misericórdia do seu conservo como eu tive de você?'

    34 Irado, seu senhor entregou-o aos torturadores, até que pagasse tudo o que devia.

    35 "Assim também lhes fará meu Pai celestial, se cada um de vocês não perdoar de coração a seu irmão".
    Adorei sua poesia Patricia. Sempre bom poder refletir sobre nossa vida e atitudes.
    Beijokas doces e obrigada pelo carinho de sempre. Posso dizer que te amo??

    ResponderExcluir
  27. Que poema perfeito , desde o ínicio até o final , ou melhor , este poema já era perfeito bem antes de você criar quando surgiu no alvorecer do seu coração e na plenitude das suas idéias . Que Mulher fantástica , que obra célebre , que genealidade nas estruturas . Magnífica e esplendorosa poetisa , louvável Poetisa-Mulher ! Que lindo . Que alegria que você me faz , já és uma poetisa e voas bem alto e longe com as suas próprias asas , ou melhor com asa sonora da sua poesia !!!!! Tenha uma smeana maravilhosa , minha amada poetisa !

    ResponderExcluir
  28. Nem somando todas as minhas dúvidas e incertezas
    não deixarei de seguir sempre em frente.
    Não é duvidas que trago no meu coração,
    mais uma convicção de que vencerei todos os obstaculos
    que hoje paresse não ter fim.
    Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem
    perder o que temos de melhor em nós a fé
    ,,bem maior que temos em nossas vidas.
    E isso não vou perder nunca.
    Hoje só quero deixar muito amor e carinho
    pois você mereçe tudo de bom
    nessa vida.
    Estarei aqui sempre que Deus me permitir
    você tem contribuido para que
    a cada dia me sinta mais forte.
    Creio posso viver melhor
    e muito mais feliz com seu carinho.
    Deus abençoe seu final de semana beijos no coração,Evanir.
    Muita paz no coração.
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
    Se queremos progredir, não devemos repetir a história,
    mas fazer uma história nova.(Mahatma Ghandhi)

    ResponderExcluir
  29. Saber perdoar, ato divino.
    Mas convenhamos, como é difícil perdoar certas coisas!

    Beijo

    ResponderExcluir
  30. passando para deixar um xeroooooooooooooo
    dizer que estou com saudades...
    Bjsssssssssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  31. Um sábado cheio de carinho e muita poesia pra ti minha querida amiga...beijos e beijos.

    ResponderExcluir
  32. Olá Patrícia!
    Lindo essa sua visão do perdão!PARABÉNS!
    "Imagino que para lidar com as diferenças entre nós e as outras pessoas, temos que aprender compaixão, autocontrole, piedade, PERDÃO, simpatia e amor – virtudes sem as quais nem nós, nem o mundo, podemos sobreviver."
    (Wendell Berry)

    Adorei a sua visita lá no meu blog. Fiquei encantada com essas suas palavras:
    "... seu poema, expressa o que sente, e isso chegou a me arrepiar!" Essas suas palavras somam, multiplicam e contagiam qq pessoa do bem.

    Que delícia receber tanto carinho e incentivo...!
    Obrigada e volte mais vezes!
    Eu vou adorar!

    ResponderExcluir
  33. Querida amiga Patrícia!
    Que poema lindo! Que belo! Gosto de todos os teus poemas, mas este foi o que mais me tocou...Talvez porque ainda seja plebeia na arte de perdoar... Talvez porque meu coração ainda esteja aprisionado...e como é realmente nobre perdoar...
    Tão nobre que nem sei se consigo alcançar.
    Mas com fé e força, continuo a tentar. É a vida e duarante a trajetória, sempre há alguém que irá nps ferir. Então é importante praticar o perdão, sincero mesmo, porque senão a vida fica pesada. E quem não perdoa torna-se escravo da pessoa que o feriu...

    Beijos querida e acho muito bacana como seu blog está crescendo em graça e beleza!

    ResponderExcluir
  34. Pati querida,
    Acabei de fazer uma postagem. Vá lá e deixe seu comentário, viu?
    Beijosssssssss e tenha uma linda tarde!

    ResponderExcluir
  35. Olá minha querida amiga, realmente o perdão é algo sublime que no meu entender nem todos estão espiritualmente preparados para o fazerem.Daí o meu tema.
    Como nós dizemos perdoar de boca é fácil, mas de coração?!
    Então voltamos ao meu tema perdoamos e esquecemos?
    Agora que estamos longe do meu blog, amiga eu digo: eu não acredito que consigo perdoar, pois eu não esqueço!
    Possivelmente ainda tenho muito que crescer...
    Beijo amiga

    ResponderExcluir
  36. Olá querida Patrícia !! Amiga, acredita que eu fiquei procurando uns 20 minutos, até no Google digitei, subi de desci sua sidebar e não vi a caixinha de pesquisa ?? rsrs Ai que distraída eu sou ! Mil desculpas, viu, obrigada pela gentileza em me orientar :)

    Lindíssimo seu texto, realmente perdoar é um verbo de difícil conjugação... É preciso ter uma nobreza sincera no coração, pois em alguns casos perdoamos por motivos egocêntricos e interesseiros, ou então apenas para mostrar que somos bons... nestes casos, o perdão não é sincero e em nada muda nossa Alma...
    Tenho muitas dificuldades de perdoar, mas assim como no texto, peço a Deus que engrandeça meu coração para que quando eu perdoe, seja puro e verdadeiro, pois só assim o perdão nos limpa por dentro e faz o Bem maior a ambos os envolvidos :)

    Adorei, como sempre, suas postagens são maravilhosas !
    Muchos beijosssssssssss

    ResponderExcluir
  37. Oi querida
    Divino!
    " Pelo a Deus que eleve o meu espírito" e, me dê a humildade de aprender perdoar.
    Obrigada pela dica
    Parabéns
    Lua Singular

    ResponderExcluir

A verdade está em mim, sou amante dela com todo o fervor, e desse modo peço que todos que aqui passarem, comentem com a alma, com paixão e verdade, deixando a sua opinião particular e individual, afinal, somos seres únicos com visões diferentes!
Que a alma de cada um de vocês transborde nesse espaço tão meu, tão nosso!
Obrigada e beijos na alma!!!!!!!!!!

Patrícia Pinna.