REDESCOBRIDORES DA ALMA!

domingo, 31 de maio de 2020

A Loucura da Entrega By Patrícia Pinna



Queda a face  em vertentes transparentes
Foco nu em si mesmo
Um olhar que não quisera ter
Veio a loucura vestir sua pele

Repele a possível felicidade
Não acordou do seu estado
O qual ninguém compreenderia
Achando o vegetativo
Uma banalidade

Quem entende os loucos de amor
Os que flagelam a ampulheta
Fixam as pupilas e rodopiam
Matam em vozes ferozes
Morrem na filosofia histérica
Da obsessão pela depressão

Não há cores multifacetadas
No seu mundo particular
Enfeitam os cabelos de lágrimas
Como se fora a chuva
Volumosa e charmosa
Acasalando a nota desafinada

Não tem cura para o desamor
E os loucos se entregam
Numa sanidade única
Respiram o ar que vem da ilusão
Mesmo sentindo uma aura
Que onde pisam não há chão.


Autoria : Patrícia Pinna
Imagens: Internet.
Todos os direitos autorais protegidos por Lei.





Amigos, ainda em tratamento, por essa razão, pouco irão me encontrar, mas visitarei a todos. Obrigada pelas orações e carinho.
Tenham um excelente mês que se inicia.
Beijos na alma.

9 comentários:

  1. Patrícia que b9om te ver! Linda poesia e TE CUIDA BEM! Faz o tratamento certinho,tá? bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Boa tardinha de Domingo, querida amiga Patrícia!
    Que surpresinha maravilhosa! Fiquei feliz, querida. Deus é Bom demais!
    Também agradeço seu comentário lindo no Recanto.
    Quanto ao seu poema, o chão creio ser nosso próprio 💙 que o acolhe duce e firmemente na sua totalidade e podemos nos entregar aos sonhos com a real certeza de que o próprio Amor é por nós em todo tempo.
    Muito lindos os sentimentos aqui versados com tanto engenho que lhe é peculiar.
    Volte para sempre para nós!
    Tenha uma nova semana abençoada!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

    ResponderExcluir
  3. Amiga Patrícia,
    Que os bons ventos lhe tragam de volta para os nossos dias.

    “Às vezes ouço passar o vento; e só de ouvir o vento passar, vale a pena ter nascido!” - (Fernando Pessoa)

    Que tudo seja realmente visto com bons olhos, daqui pra frente, sempre com sabedoria e paz no coração e na alma.
    Te desejo tudo de bom!
    Belo poema!
    Beijos! E cuide-se!!!

    ResponderExcluir
  4. Que bom ver você postando suas belas e intensas inspirações.
    Cuide-se bem querida amiga e logo poderá estar como gosta nesta família.
    Entender os louco de amor, só os românticos de plantão, que são mais loucos.
    Muito bonito o foco e a construção como sempre.
    Gostei de lhe ver.
    Uma semana boa com leveza.
    Cuide-se.
    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Um poema intenso, Patrícia. "Não tem cura para o desamor", não tem…
    Uma boa semana com muita saúde.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  6. Olá Patrícia querida


    Um lindo poema... Trouxe lindos sentimentos ao meu coração.


    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
  7. Olá Patrícia,
    Votos de rápidas melhoras!

    ResponderExcluir

A verdade está em mim, sou amante dela com todo o fervor, e desse modo peço que todos que aqui passarem, comentem com a alma, com paixão e verdade, deixando a sua opinião particular e individual, afinal, somos seres únicos com visões diferentes!
Que a alma de cada um de vocês transborde nesse espaço tão meu, tão nosso!
Obrigada e beijos na alma!!!!!!!!!!

Patrícia Pinna.