REDESCOBRIDORES DA ALMA!

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

ARREBOL DA PAIXÃO



No arrebol da paixão
O encanto é a semente viva
Germinada num solo fresco
Cultivada com fervor
Entre aromas abençoados do campo

A naturalidade dos amantes
Regando amplamente felizes
A morada onde repousa o grão
Dedicando-se ao crescimento perfeito

Não há nada assim tão ideal
Que pudessem levar até o final
O tempo desfez-se em pranto
O que antes servia de recanto

Os nutrientes outrora presentes
Precipitaram-se doentes
Desencadeando uma morte
Por desnutrição das inocentes sementes.


AUTORIA: Patrícia Pinna.
Imagens: Internet.



39 comentários:

  1. Adorei, assim é a paixão!
    Beijinhos no ♥

    ResponderExcluir
  2. Teu poema é muito sábio e nos leva a uma profunda reflexão...
    Tu és iluminada menina!
    Deus te conserve assim e te faça muito feliz.

    Beijos de paz e luz.

    ResponderExcluir
  3. Olá Patrícia. Assim dever ser uma paixão amiga. “Se em cada lugar do mundo
    Existir pessoas como você
    O sol terá mais motivo para brilhar
    E a amizade um motivo certo para existir”
    Uma semana maravilhosa pra você!
    Meu beijinho com muito carinho
    Gracita

    ResponderExcluir
  4. A paixão tem cor ardente que necessita de brilho ao qual só os amantes podem dar..entrega viva não só de corpos , mas de cuidados, cultivo,sabedoria e alimento para que não venha se tornar luto....

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. A semente pode ser a melhor possível, todavia se não for bem plantada, adoece no solo e morre...
    Assim pequenas coisas e sentimentos que vão futricando nas nossas emoções, vão matando a boa semente, vão esterilizando os grãos.
    Um poema que começa com tudo que é bom e termina num desandar dos sentimentos que antes pareciam perfeitos, falta talvez de atitudes que com o tempo foram enfraquecidas e deixadas de lado.
    Adorei querida.
    Beijokas doces e boa semana.

    ResponderExcluir
  6. Querida, ia acrescentar mais umas palavras ao meu comentário, e em vez de clicar no responder, cliquei no excluir.
    Quero dizer que amei Arrebol da Paixão e que sempre me emociono quando aqui venho.
    Beijos dessa sua amiga desastrada...rsrs

    ResponderExcluir
  7. As sementes do amor devem ser cuidadas para "vingar"...Lindo, como sempre!!beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  8. Que sejam sempre bem cuidadas todas essas sementes de amor,,,para que delas nasça o mais puro dos sentimentos e a mais bela flor do jardim....beijos de bom dia pra ti amiga...

    ResponderExcluir
  9. Cuidar do que "plantamos" é essencial.
    Lindo texto! Bjs

    ResponderExcluir
  10. Paixão é mesmo esse turbilhão de sentimentos.
    Grande abraço e meu carinho

    ResponderExcluir
  11. Lindo seu poema querida... fico triste cada vez que vejo uma paixão não se transformar em amor, por desnutrição de suas sementes...amor, sentimento tão lindo, mas há de ser terna e constantemente cultivado, não é mesmo?
    *Estou voltando depois de uns dias de descanso...
    Boa tarde amiga, beijos,
    Valéria

    ResponderExcluir
  12. Minha Querida.
    Amiga gostaria de lhe pedir para me adicionar a sua lista de seguidores.Pois tive que apagar todo o meu blog, peguei um código com vírus e eu não sabia. Lutei para encontrar ai tive que deletar para não danificar o meu computador e não passar para as outros pessoas. tudo.Chorei de raiva diante do pc. Conto com sua colaboração em me seguir novamente. Um beijo e muito grata.
    Ana Brisa

    ResponderExcluir
  13. Menina que lindoooo bravíssimos!!!!


    ps: vou te enviar um e-mail ok

    ResponderExcluir
  14. Patricia,sempre intensas e belas tuas poesias!bjs e meu carinho,

    ResponderExcluir
  15. Patricia que poesia mais bela.
    Assim é o amor, assim é a paixão.
    Lindo demais, adorei!
    Beijinhos no coração e linda vida de amor e paixão sempre.

    ResponderExcluir
  16. Tudo que é mal cuidado não prospera. Isso acontece em todos os âmbitos, seja no trabalho, nas amizades, nos ideais. No campo do amor, os resultados se mostram na aridez do solo, que impede o desenvolvimento das sementes. Grande beijo!

    ResponderExcluir
  17. Lindo poema Patrícia... eu estava pensando aqui.
    Quando se chega à minha idade normalmente vamos nos distanciando da 'paixão' mas é um pecado mortal pois a paixão seguida do amor é a grande locomotiva de nossa alma para o alto!!! Beijão ZC

    ResponderExcluir
  18. Para o amor não existe idade... Para a paixão tampouco.... Ambos chegam sem aviso e invadem.... Mas prcisam de cuidado diário.... Linda poesia! Muito obrigada pela visita ao níver do blog! Significou muito pra mim..... Que o amor renovador e a Paz de Jesus Cristo habitem nossos corações sempre! Desculpe se não consigo visitar todos mais frequentemente.... Mas vou saltitando de blog em blog e, entre um e outro, daqui a pouco tô chegando aí..... Nova postagem dia 10 de agosto, sexta-feira!
    Uma iluminada semana! Abraço carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Olá, amiga Patrícia!
    Se a paixão está na aurora, o arrebol inspira sobremaneira os amantes e tudo será brilho; agora se estiver nos lusco-fusco (conotativamente), a paixão perde o colorido, fenece e a chama do amor se apagará.
    Se as sementes estiverem inférteis, as raízes serão a esperança para que a vida continue.
    Amiga, gosto de suas metáforas empregadas em seus poemas.

    Abraços do amigo!

    ResponderExcluir
  20. Olá, parabéns pelo seu blog!
    Se puder visite este blog:
    http://morgannascimento.blogspot.com.br/
    Obrigado pela atenção

    ResponderExcluir
  21. No arrebol da paixão
    Um feliz casalinho
    Um no outro beijinhos dão
    A olha-los estão
    Quatro patos e um pombinho!

    Assim ele sempre durar
    Aquele ardente amor
    Estou aqui a imaginar
    Patrícia Pinna uma flor!

    Boa quarta-feira para você, amiga.
    Um beijinho
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  22. Bom dia minha menina carinho !!!!!!
    Quando chego aqui e leio esse lindo poema nascido do teu poetar ,me recordo que um tempo atras viajei no arrebol da minha aurora e,senti vontade de ouvir uma musica linda que Agepê deixou gravada.

    "O Arrebol"

    O amanhã, eu sei que vai sorrir de novo
    O arrebol....trazendo o sol
    A lua mansa....no seu olhar
    A sua voz a murmurar.....ansiedade de amar
    Seu corpo cheiroso....me faz delirar (o amanhã!)
    Rumor na mata, água fria....meu ninho quente
    Sua voz cantarolando....seu cabelo me trançando
    Caju mostrando a cor do dia
    Fruto maduro se abrindo
    Vento sopra, acaricia
    Seu sorriso me tentando
    Carinho morno....me deitando
    Vento sopra, acaricia
    Seu sorriso me tentando
    Carinho morno....me deitando.

    Então vejo seu poema com a clareza do amor transformado e desejando que a semente germine sempre,todos os dias onde o sol nasce e se põe na vermelhidão do amor,que é sempre uma paixão...
    Bjs minha menina linda !!!!!!

    ResponderExcluir
  23. O Amor é intemporal.
    Os sentimentos surgem como sementes, germinam como tal e criam as raízes da Vida.
    Amei o teu Poema.



    Beijos


    SOL

    ResponderExcluir
  24. amor, semente, vida e morte, palavras que combinam e se misturam. parabéns pela poesia, muito bela. estou te seguindo, beijos
    http://amorinicioefim.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Uma relação que não há a cumplicidade é como fruto maduro que não colhido se apodrece.Uma bela construção/inspiração nesta triste situação.Parabens Patricia.Meu terno abraço.Bjo.

    ResponderExcluir
  26. Voltando nessa tarde para agradecer
    sua presença sempre carinhosa, no meu Cantinho, tbém quero elogiar seu post..As belas amizades são para sempre..E agradecer é um sentimento
    que adoro ter comigo
    Abraços com carinho
    Rita!!!!

    Poema com essas imagens ficou um luxo!

    ResponderExcluir
  27. O encanto deve ser sempre mantido, para continuar germinando a flor chamada paixão. Lindo poema. Beijinhos.

    ResponderExcluir
  28. Adorei, Patrícia.A paixão é mesmo assim... Um fervor, mas tudo que é muito intenso pode também não durar muito.

    Beijos, querida.

    ResponderExcluir
  29. OI PATRICIA!
    É ASSIM MESMO, O AMOR EM TODA SUA MAGNITUDE, É FRACO, QUANDO NÃO REGADO E MORRE COMO UMA FRÁGIL SEMENTINHA...
    LINDO AMIGA.
    ABRÇS

    zilanicelia.blogspot.com.br/
    Click AQUI

    ResponderExcluir
  30. Passando para te desejar boa noite e pedir desculpas pela ausência. Mas esta semana está de arrepiar. Conciliar os afazeres profissionais com esta vida de blogueira dá um trabalho danado. Mas aqui estou eu só para te deixar o carinho da minha amizade e dizer que você é muito importante para mim. Um abraço apertadinho e um cheirinho com carinho.
    Beijokinhas docinhas
    Gracita

    ResponderExcluir
  31. Patricia

    Seguimos embalados no encanto do poema, veja-se:

    "A naturalidade dos amantes
    Regando amplamente felizes
    A morada onde repousa o grão
    Dedicando-se ao crescimento perfeito"

    Um sonho de antemã0, a confirmar mais, uma vez de destreza mental de poeta. A repentina mudança, representada na quadra, do fim, poderá representar algum quadro, que digeria a lembrança:

    "Os nutrientes outrora presentes
    Precipitaram-se doentes
    Desencadeando uma morte
    Por desnutrição das inocentes sementes."

    Beijod

    ResponderExcluir
  32. é patricia, pofunda patricia... a vida lhe quer bem.... abraços lamarque

    ResponderExcluir
  33. Sejam, plantas, animais ou pessoas, quando não recebem dedicação, carinho, cuidados acabam sendo sementes perfeitas, impedidas de germinar o que tem de mais belo. Um grande beijo, Marie.

    ResponderExcluir
  34. Lindo Patricia.

    Poema e imagens maravilhosos...
    Tenha uma linda tarde e fique com Deus
    beijinhos.
    彡✿✿⊱╮彡✿✿⊱╮彡✿✿⊱╮
    Lucinha
    彡✿✿⊱╮彡✿✿⊱╮彡✿✿⊱╮

    ResponderExcluir
  35. Minha Linda Patricia...Quanta...Quanta saudade!Mais um tema tratado com toda a delicadeza da sua alma criativa.Estou sem internet por motivos técnicos...Mas atravessei o oceano para te deixar este comentário e dizer que faria muito mais para te ler.Prometo voltar em breve,Beijo grande de carinho e admiração em seu lindo coração!Com saudade verdadeira:-Byjotan.
    obs:Somente prometa que não vai esquecer meu blog.Até breve...

    ResponderExcluir
  36. Oi Patrícia,

    É verdade! Sementes não germinam em solo seco...
    O que não cultivamos, não regamos com nossos sentimentos, não tem como virar flor, nem fruto....
    Você escrevo mesmo com a alma! Com a ala de quem sabe o que o amor é capaz e a falta dele também!

    Beijos flor e obrigada pelo carinho de sempre no Palavras

    Leila

    ResponderExcluir
  37. Querida amiga

    Quando as palavras
    encontram sentimentos
    que fazem com que elas
    encontrem seus sentidos,
    nossa vida se enfeita
    com as cores da esperança.

    Obrigado por sua amizade.

    Aluísio Cavalcante Jr.

    ResponderExcluir
  38. Olá querida Patrícia !!

    Lindo como sempre !! Pois é minha amiga, no arrebol da paixão as sementes são plantadas, mas difícil são aquelas que crescem saudáveis e fortes, muitas vezes por descuido dos amantes, em outras pela falta de persistência, do imediatismo e da ilusão de que basta plantar que o resto fica por conta do destino... Para uma semente germinar linda e durar bastante, é preciso um cuidado diário, calma, paciência, e aquela serenidade que geralmente nos falta nos arroubos da paixão... E no fim, se não damos nosso melhor, tudo se esvai, como no belíssimo desfecho de seu texto... :)

    Que delícia passar por aqui ! Ainda vou ficar rica, virar dondoca e visitar os blogs que gosto todos os dias !!! aiaiai sonhar não custa nada né amiga rsrsrs

    Muiiiiiitoooos beijos e que sua semana seja maravilhosa !! :)

    ResponderExcluir
  39. Somos seres muito complexos. Num relacionamento a complexidade fica em dobro. rs
    Beijos meus, Patrícia linda!

    ResponderExcluir

A verdade está em mim, sou amante dela com todo o fervor, e desse modo peço que todos que aqui passarem, comentem com a alma, com paixão e verdade, deixando a sua opinião particular e individual, afinal, somos seres únicos com visões diferentes!
Que a alma de cada um de vocês transborde nesse espaço tão meu, tão nosso!
Obrigada e beijos na alma!!!!!!!!!!

Patrícia Pinna.