REDESCOBRIDORES DA ALMA!

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

MENSAGEM PARA O PLAGIADOR



POEMA feito pelo poeta Caio Fazolato do blog "INTEGRAÇÃO HISTÓRICA" (caiovinicius160.blogspot.com) em virtude dos terríveis CRIMES DE PLÁGIO que vem
acontecendo na INTERNET, infelizmente!



Plagiador, onde nasce a sua dor?
A dor de ser o que não és
Plagiador, leia as obras alheias
E se conforme com a originalidade das linhas

Sua mente não contém ideias forasteiras
No descobrimento das poesias
Não, não tens
Não, não és

Não és dotado de criatividade de criar
És dotado de criatividade da escolha de furtar
Assim sendo plágio, assim sendo plagiador

Mas por que não ladrão?
Mas por que não bandido?

Se as suas concepções nascentes 
Fossem roubadas por um impertinente
Como se sentiria?

Se as suas horas de transpiração
Dedicadas a arte da criação
Fosse um mérito de um demérito
Como se sentiria?

Pra ti, não tenho resposta
Pois a falta de caráter 
Nunca bateu na minha porta

A integridade da minha casa
Está protegida de honestidade
A limpeza do meu santuário 
É rica em verdade

No final de tudo, eu bato no peito e digo:"Este poema foi criado por mim!"
Já vós: " Será que irão gostar
Da mentira que está aqui?"

No final de tudo, não sentes um imenso orgulho
De tudo aquilo que por ti poderia ser
Verdadeiramente criado

Quero que saiba que não me sinto lisonjeado
Pelo fato de saber que sou admirado
Pois quem plagia, plagia aquilo
Que gostaria de ter feito

Portanto, eu lhe aconselho: Plagie a sua mente
Recite poemas de poetas nos dando autoria
Assim seria a sua redenção
O verdadeiro ato de adoração

Plagiador, onde nasce a sua dor?
Nasce de um pensamento que gostaria de ter criado
Porém, crias apenas a dor de um incapacitado

Estarei um dia com a minha sã consciência
E brilhará a tão valiosa honestidade
Enganar os alheios conseguirás
Mas a verdadeira verdade, tu não terás!




AUTORIA: Caio Fazolato
Imagens: Internet         



 

57 comentários:

  1. Olá, patrícia! O plagiador é um pobre frustrado... jamais terá a chance de desenvolver suas próprias capacidades, se ficar eternamente em berço esplêndido, apenas copiando.

    ResponderExcluir
  2. Bom dia Patricia.

    Bem criativo. Abaixo o plágio, é isso aí.

    Ótima semana para você!

    ResponderExcluir
  3. Sabe amiga, sou revoltada porque a lei deveria ser mais dura com esses seres obscuros que se acham no direito de levar nossos sentimentos como se fossem deles... "No Recanto das Letras tinha, ou ainda tem, não sei, uma pessoa de alma tão pequena, que nada do que ela postava era de sua própria autoria". Denunciei, mas nada foi feito. É revoltante!!!
    Muito sábio e verdadeiro esse poema-desabafo! Aplausos ao Caio e parabéns à você Patrícia, por divulgar!!! Beijos a ambos.

    ResponderExcluir
  4. Patrícia, um poema bem direto e criativo esse do Caio com o tema plágio.
    Plagiar é roubar a idéia do outro, e tomar posse da inspiração alheia e isso é crime.
    O plágio é cometido por pessoas de mentes pequenas e sem condições de por si mesmo criar algo bom. Eu já fui vítima de plágio e me senti muito mal, pois era como se tivesse me roubando um filho...
    Não ao plágio!
    beijokas doces e uma semana abençoada.

    ResponderExcluir
  5. Muito interessante o texto... Gostei da forma como retrata o assunto! :)

    ResponderExcluir
  6. Patrícia

    Excelente escolha. Uma boa mensagem para quem se engana a si mesmo antes de enganar os outros.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  7. Olá Patrícia tudo bem, estou em falta com muitos não é só no teu blog não amiga! É o trabalho árduo que me impede de me dedicar mais a nossa blogosfera. Amiga você escreve de uma forma tão sua, tão peculiar, seus poemas são ardentes, e românticos. Gostei muito de ler o seu "NATURALMENTE", o seu contexto é bem diferente dos outros seus poemas. Patrícia o poema “MENSAGEM PARA O PLAGIADOR” de Caio fazolato é lindo, ele e descreve a não integridade do plagiador em forma brilhantemente poética, indescritível!!!
    O verdadeiro poeta escreve o que a alma sussurra em seu coração, ele grita a sua própria dor, e a de outrem também.
    Agora o plagiador não deve ter alma nem coração, ele não passa de um ladrão de inspirações, e emoções alheias. Mas como disse o poeta no seu último verso:
    “Mas verdadeira verdade, tu não terás”
    Beijos na alma amiga, fique com Deus !
    Clarice Moreno

    ResponderExcluir
  8. Plagiar é falta de competência, caráter e dignidade! O melhor disso tudo é que eu sei que quem gerou e pariu o texto, o poema, o artigo fui EU... como a um filho... cuja identidade é ÚNICA. Portanto sei da minha competência, agora quem não a tem... tenho piedade do triste trajeto que percorre. É ladrão. É ladra. Acredito que todos nós sempre fomos ou seremos "raptados" em nossas criações! Infelizmente! Eu também não me safei desse personagem - o plagiador!
    [ ] Célia.

    ResponderExcluir
  9. Aplausos!!!!! Ao Caio!
    Sei bem como a gente se sente quando é plagiado, vários textos meus do DF o foram. É uma mistura de tristeza, com revolta, que nos leva a um desanimo, dá vontade de parar de escrever, enfim, é horrível ser plagiado.
    É de uma pobreza de espírito imensa quem plagia, se gostou, leve, compartilhe, mas sempre dando os devidos créditos. É tão bom respeitar e ser respeitado.
    É preciso que as pessoas lembrem-se que plágio é crime e que se conscientizem que é importante sim dar os créditos para o autor.
    Beijos e boa semana Patricia e Caio,
    Valéria

    ResponderExcluir
  10. Caio disse tudo com maestria!Beijos

    ResponderExcluir
  11. Criamos um filho. Este filho vai para o mundo como se não fosse mais nosso. Porém leva emprestada nossa assinatura. Assim acontecem com os versos que compomos (nossos filhos), eles devem seguir de porta em porta, também com o nome do remetente.
    Algumas pessoas, com criatividade empobrecida, assinam como se fossem donos da correspondência!

    ResponderExcluir
  12. Ainda não percebi bem a mentalidade e a personalidade do plagiador.
    Será a de um ladrão vulgar?
    Gostei do poema. Bate bem nos ladrões, nos plagiadores...
    Patrícia, querida amiga, tem uma boa semana.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  13. Infelizmente minha amiga, temos que conviver com essas pessoas sem alma,,,sem idéias,,,sem escrúpulos...mas estou contigo,,,plágio é crime, e temos nossos direitos,,,,temos principalmente idéias,,,,beijos e uma bela semana pra ti...

    ResponderExcluir
  14. Olá Patrícia!

    Gostei da poesia. Os plagiadores são ladrões virtuais.

    Um beijo,

    Cris Henriques

    http://oqueomeucoracaodiz.blogspot.pt/2012/08/pragas-na-internet-ladrao-virtual.html

    ResponderExcluir
  15. Olá, Patrícia.O poema é excelente.

    Na minha opinião o plagiador perde o melhor de tudo, que é a criação do poema e é justamente por isso que não posso concordar com ele, porque criar, para além de muitas outras coisas, envolve muito trabalho.Resumindo:O plagiador é um folgado!

    Beijinhos, querida.

    ResponderExcluir
  16. Lindo!!!

    Este poema é a voz de todos nós. Gostaria eu de ter inspiração para falar comde raiva, um plabgiador como o autor teve. Eu, a, de raiva, emudeço.
    Parabéns ao autor pela obra e a você pela escolha.

    Beijos

    Leila

    ResponderExcluir
  17. É um imenso lisonjeio e alegria ter um poema da minha autoria publicado nesse espaço tão importante e maravilhoso que é o " Redescobrindo a alma " . Cujo espaço contém a junção de todos os poetas numa manifestação pró-poesia .
    Este poema é muito importante , trata-se de um tema que infelizmente sofremos : o furto virtual . Pois plagio chega a ser tão bonito , mas não passa de um eufemismo , a verdade é que existem ladrões que gostam de saquear suas vítimas diante das ausências de criatividades , eles nos furtam com o objetivo de ganhar os nossos méritos . Acredito que a punição dessas pessoas de mal caráter deveria ser de forma rigorosa prevista na lei , isto é , prisão ou multa , só assim eles saberiam o que é bom pra tosse , para consciência ...

    Nunca fui plagiado , mas eu penso na minha reação e logo eu ficaria muito revoltado , triste , violado , indignado .
    Compartilho com todos que passaram por essa situação a nossa dor e a nossa luta .

    Obrigado , Poetisa maravilhosa Patrícia Pinna . Obrigado por abrir seu espaço e deixar um pedaço da minha arte voar no céu do redescobrindo a alma . Me sinto lisonjeado , pois te considero uma poetisa verdadeira, intensa e talentosa .

    Um beijo imenso , imenso , imenso....

    Abraços para todos !!!!

    ResponderExcluir
  18. Boa noite, Caio. Sei que passarás por aqui e lerás o comentário.
    Quando fez esse poema, eu estava presente e como bem disse Leila," É a voz de todos nós". Concordo com as opiniões dos nossos amigos e lamento demais o fato de existir o plágio.
    Todos sofrem com isso, uma vez que uma obra intelectual, uma ideia, seja o que for não deve ser plagiado.
    A nossa inspiração é nossa, nossos pensamentos muito pessoais, e o plagiador furta de nós o que de melhor temos: nossa ideia central, nossa alma num segundo, pensando ele que ficará assim!
    Quando sofremos o plágio, é como se tivessem levado um pedaço de nós, pois a inspiração que vem aos nossos ouvidos, clama que a criação seja limpa, seja nossa, tenha a nossa marca.
    Ninguém pode roubar o que sabemos que partiu de nós, que saiu do âmago, inexestindo à contagem do tempo.
    Podem cometer o ato em si, mas o pensamento e a criação sempre serão nossas.
    O plagiador deveria ter uma vergonha imensa, uma consciência de saber-se quem é, e saber quem o outro é, respeitando o seu espaço, seu trabalho.
    Todos sabemos que se o plagiador não tem talento, deveria colocar os créditos do que fosse que gostasse e não ficar à margem de quem tem.
    Não preciso acrescentar, o poema fala por si só, por essa razão resolvi compartilhar, pois és um poeta generoso e talentoso, sofre como eu e nossos amigos a indignação de ver a audácia do plagiador!
    Estamos solidários com os que já foram plagiados esperando que esse crime seja mais severamente punido!
    Lugar de ladrão não é no nosso meio tão edificante!
    Parabéns pela sua obra, seu talento e alma ao escrever!
    Tens a alma de um passarinho e assim quero sempre te ver!
    Beijos, poeta.
    Fique com Deus!

    ResponderExcluir
  19. Oi Patricia querida

    Adorei as palavras do Caio...


    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
  20. Perfeito grito contra esta coisa horrivel.
    Respeito à criação é como a geração.
    Parabens ao amigo e a voce por partilhar.
    Carinhoso abraço amiga.
    Bjo.
    Bela semana a voce.

    ResponderExcluir
  21. Patrícia

    Lindo texto de Caio abominando o plagiador.
    Deve ser horrível mesmo ser plagiado.
    Parabéns a ambos.

    Um lindo dia para você.
    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Parabéns ao Caio que fez um lindo poema aos plagiadores! Pena isso existir,né? beijos,lindo dia,chica

    ResponderExcluir
  23. Justas as Palavras e grande a injustiça que as motivou.
    Afinal, ladrão é isto!


    Beijos


    SOL

    ResponderExcluir
  24. Olá querida Patrícia, como vai? Enfim cheguei! :)

    E compartilho deste lamento... desde que criei o blog sofro com este problema, que creio ser uma praga que afeta muitos de nós na blogosfera :( É muito revoltante e desagradável quando vemos nossos textos por aí, copiados sem a mínima consideração de dar nem ao menos os créditos... Certa vez uma moça copiou meus textos, assinou como se fossem dela e apresentou fotos do meu marido e irmão como se fossem parentes dela... Pode isso? Plágio até da minha vida!!
    Em alguns casos consegui que os autores retirassem do ar apenas pedindo, mas em outros fui ignorada... Recorri ao Blogger e felizmente em menos de 24 hs os artigos foram excluídos. Ainda bem que pelo menos temos este alento de que denúncia funciona :)
    O poema é um grito que apoio totalmente!
    Sinceramente não entendo porque plagiadores perdem tempo mantendo um blog... deve ser uma tristeza imensa saber que não tem capacidade para criar seus próprios textos e vivem de cópias... triste isso.

    Um super mega beijooo e que sua semana seja ótima !

    ResponderExcluir
  25. Mais palavras para quê? Está tudo dito

    Beijos

    ResponderExcluir
  26. Não entendo como pode alguém se satisfazer com algo que sabe não ter criado. Onde está o prazer? A cada dia, recebemos mais comentários de amigos sobre esse crime. É lamentável!
    O poema é uma voz de irresignação, oportuna e bela. Bjs.

    ResponderExcluir
  27. Minha querida

    Lindo esse poema feito para denunciar os plagiadores,que são uns parasitas do trabalho dos outros, como não têm competência para escreverem uma palavra que seja que faça algum sentido,roubam os outros para se sentirem alguém.
    Eu estou fazendo uma pausa na minha luta para recuperar o que é meu, e esperando resposta de 3 blogues que têm imensos poemas meus se não retirarem vou deixar no meu blogue os links e os respectivos poemas que me roubaram, não me vou calar é demasiado sórdido para deixar em branco, não que os meus poemas sejam muito bons, mas são meus.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  28. Boa noite minha querida !!!!!!!
    Vc nos trouxe um tema muito atual,pois a Rosa Maria por esses dias fez um post num grito de protesto.
    Se o dicionário é fonte de inspiração,reflexão e ampliação da nossa consciência,então vejo que podemos fazer em vez de plagiar,fazer nossa criatividade diante disso.Será que os grandes poetas nunca plagiaram.Carlos Drunond de Andrade dizia ironicamente que roubava os modelos clássicos.Então não é de hoje que deparamos com casos de plágio em músicos,livros,enredos de novela,contos,roupas,monografias e trabalhos escolares,tudo vira plágio na hora de copiar.Vejo um tema polêmico demais para ser discutido num simples comentário,vejo que é um assunto para uma mesa redonda.
    Mas que o poema do Caio superou entre tantos que já li dele,isso sim.O Caio é um grande defensor das palavras,que o faz um ser único.
    Deixo bjssss para ti!!!!!

    ResponderExcluir
  29. Patrícia minha linda eu adorei esta poesia, o plagiador é um pobre coitado que vive por detrás de uma máscara, um dia ela caí e aí? beijos Luconi

    ResponderExcluir
  30. Hola Patricia, el plagio siempre será una injusticia
    contra la que hay que luchar.
    que tengas un buen día.
    un abrazo.

    ResponderExcluir
  31. Olá Patrícia,

    Adorei o texto, eu tenho horror a pessoas que fazem plágio da ideia do outro, plágio é crime!

    Abçs

    ResponderExcluir
  32. É ,infelizmente acontece. Espero que acabe um dia.Bjs

    ResponderExcluir
  33. Patricia

    Qualquer poeta ou prosador, tem de se sentir roubado, quando vê ou sabe que foi plagiado. Aqui já senti, em parte e como jornalista (pior) também. Sei como isso dói! Li o belo poema, com cuja crua e muito directa dureza, me solidarizo.
    Parabéns ao Caio, esclarecido autor, deste exemplar poema. Para ti, que o divulgas também.
    Beijos

    ResponderExcluir
  34. Oi Patricia

    Parabéns ao Caio, contundente desabafo em belo poema!

    O plagiador não admira o que rouba, inveja!

    A admiração faz a pessoa promover aquilo de que gosta, a inveja faz desejar que fosse seu e por isto ele furta, por ser invejoso e se julgar incapaz.

    Obrigada pelo seu carinho e preocupação e pelos seu bons desejos.

    Um beijo

    ResponderExcluir
  35. .


    Juro, tive medo. Juro, não
    furtei, não roubei, mas não
    me contive e quis um amor
    que não era meu...

    silvioafonso





    .

    ResponderExcluir
  36. Olá, querida
    Linda forma de nos ensinar e advertir!!!
    Estou indo pra uma Missão além fronteira e só retorno daqui a um mês...
    Passando hoje pra informar para que vc não fique preocupada com o meu "sumiço", viu???
    Entretanto, deixo post programado em todos os Blogs...
    Na volta, retribuirei os comentários deixados, se Deus quiser!!!
    Fiquemos com a Deus da paz!!!
    Bjs fraternos

    ResponderExcluir
  37. Aconteceu comigo essa semana. O que custa postar algo e por o nome do autor ?Triste mas fazer o que? Bom Patty, passando aqui para deixar um beijo e desejar um excelente feriado!!

    ResponderExcluir
  38. O autor já disse tudo. Acho que paralela `a raiva que a gente sente quando nos plagiam, é a dó da pessoa que fez isso, pois é no mínimo uma pessoa sem criatividadade, sem inspíração e no fundo engana a si mesmo. Acho tão sublime e bonito a gente terminar de fazer um poema e dizer: "Que poema lindo eu fiz!". Beijão, amiga amada.

    ResponderExcluir
  39. Caio foi perfeito!Quem plagia sabe que a ideia e as palavras não são suas e jamais serão.Bom divulgar porque certamente vai inibir os transgressores que foram descobertos e os futuros. Estamos atentos.
    Querida obrigada pelas palavras de carinho deixadas no meu Blog.
    Lindo feriado e felicidades sempre.Bjs Eloah

    ResponderExcluir
  40. Amigos leais se encontram sorrindo!
    Amigos leais comentam juntos os motivos da ausência,como você sempre fez.

    Adorei seu post, muito pertinente.Brevemente vou ler todos os post´s que me recomendou.
    Nunca fui vítima de plágio,pois acredito não ser suficientemente perspicaz no que escrevo a ponto de despertar tais interesses.

    Obrigado por estar sorrindo em meu retorno.Beijo de Amigo...Beijo de leitor e fã:-BYJOTAN.

    ResponderExcluir
  41. Belo post, aqui a gente ve como esses
    plagiadores detonam, as pessoas, tenho dó
    de quem faz com tanto carinho ai vem e acaba
    Abraços com carinho
    BJuss de bom feriado
    Rita!!1

    ResponderExcluir
  42. Minha linda e inteligente amiga! Perdoe a minha indelicadeza e minha ausência nas redes sociais,sou um pouco desligado destas ferramentas,talvez por descaso ou relaxo mesmo.
    Mas! Os amigos, como você, sempre serão os primeiros a saber,caso venha a ter um contato no FACEBOOK eu te comunico rapidamente, pois quero te-la sempre próxima de mim, próxima de tudo que escrevo e sou.
    Mais um GRANDE BEIJO de atenção e afeto!:-BYJOTAN.

    ResponderExcluir
  43. Nunca vi alguém falar de plágio com tanta beleza, q até algo revolto, ficou muito bem. Um grito em busca do respeito ao que é dos outros. Parabéns!

    Brigada kerida!!!
    Que seu fim de semana seja coberto de delicias, aquelas que sempre nos dão vontade de pedir bis.
    Beijo grande, adoro te receber, seu carinho e sua atenção me alegra a alma.
    Que a gente aprenda então a voar, ser e deixar livre.
    Deus te cuide, sempre e depois de sempre também. rs

    ResponderExcluir
  44. Uma das grandes bênções da vida
    é a experiência que os anos vividos nos concebem.
    Aniversariar é uma amostra das oportunidades que temos de aprender a contar os nossos dias.
    mais uma janela e abre diante dos meus olhos,
    mais um espinho foi retirado da flor,
    restando somente a beleza de tão bela data.
    Com fé, na esperança e no empenho por ser melhor a cada dia.
    Seguindo pelos caminhos da verdade e do amor.
    Um dia encontrarei o mais belo jardim, o jardim que representará a realização
    dos meus maiores sonhos.
    Com saudades .
    desejo um feliz final de semana
    venha curtir meu aniversário.
    Beijos na sua Alma,Evanir.
    Patricia meus aplausos ao Caio.

    ResponderExcluir
  45. Patricia,gostei muito da poesia do Caio.Parabéns!Plagiar é mesmo como roubar nossos próprios pensamentos e sentimentos,que é o que colocamos em nossos textos!Queria até te perguntar se posso continuar postando seus poemas no Recanto dos autores,que é um blog de divulgação de escritores e sempre deixo tudo bem identificado!...rs...bjs e meu carinho,

    ResponderExcluir
  46. Olá Patrícia (Poetisa), como vai?

    A blogosfera é carente de blogs que tenham informações relevantes, e você está contribuindo para que ela se torne cada vez mais rica em conhecimentos. Você faz a diferença! Parabéns pelos textos.
    Obrigado por fazer parte deste universo virtual, por compartilhar um pouco do que sabe e contribuir para o aprendizado de muitos.
    Permita-me deixar o link para o blog Marquecomx, obrigado:

    http://www.marquecomx.com.br/

    Educadora, convido você para conhecer o Projeto Educadores Multiplicadores. Você será muito bem recebido em nossa família de Multiplicadores, para saber mais, deixo o link:

    http://www.educadoresmultiplicadores.com.br/

    Abraços, fiquemos na Paz de Deus e até breve.

    ResponderExcluir
  47. Querida amiga

    Ao plagiador,
    apenas sinto pena.
    Nada de raiva...
    Nada de indignação...
    O que dizer de alguém
    que não pode expressar
    seus sentimentos???


    Vamos semear esperanças pelo mundo
    com os nossos mais bonitos sonhos.

    ResponderExcluir
  48. Olha, que legal, o filho acompanhando os passos da mãe...belo poema, um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bia ! A Patrícia é a minha primeira dama , isto é , minha namorada rs . Ela que está acompanhando os meus passos ...


      Passo a passo nos caminhos das letras nascentes da alma.

      Excluir
  49. S*I*L*E*N*C*I*O ! ! !

    Vim deixar beijos de dia de domingo,rsrsrsrs,e tbm para todos os dias da semana...
    saudadessssssssss

    ResponderExcluir
  50. Gostei muito do poema. É sempre importante e oportuno divulgar conteúdos sobre esse tema.

    ResponderExcluir
  51. É amiga, no início temos raiva para depois vir o sentimento de pena. Como pode uma pessoa se apossar de algo que ela não feze o pior colocar o nome dela, olha acho que é como se nos roubassem um filho, vc não acha? Ver sua criação assinada por outro... Bom, eu ainda não vi mais já vi uma poesia minha num site cem meu nome, a poesia estava na íntegra, mas sem autoria. Deixei um recado para a pessoa dizendo que sabia quem era o autor, data e mês da criação. Ela entrou em contato comigo e pediu permissão para continuar com a poesia no site dela, mas agora com meu nome, td bem, eu deixei, Voltei lá e realmente constatei que ela colocou meu nome e tbem me pediu desculpa. Bjus amiga... apareça!

    ResponderExcluir
  52. Pat querida! Adorei! Que inspiração e criatividade! Parabéns pela escolha da postagem! Um início de semana iluminado!
    Abraço fraterno e carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  53. Patrícia, você é muito autêntica, aqui no seu espaço e nos nossos blogs, o que admiro. Muitas mães, inclusive a minha, preferem manter os filhos em redomas. Foi difícil sair do ninho e, até hoje, tendo ela 86 anos, ainda tenta controlar nossas vidas. Atualmente, dou grande desconto às chantagens, pela idade. Mas os filhos precisam caminhar sozinhos, mesmo quebrando as pernas. Bjs.

    ResponderExcluir
  54. Boa noite


    Estou passando pra desejar um final de semana maravilhoso, cheio de amor, alegria e felicidade.
    Desculpe o recadinho colado, mas esse final de semana vai ser super corrido e não gostaria de ficar sem te visitar aqui no blog.


    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
  55. Faço jus as suas verdadeiras palavras amiga poetisa

    ResponderExcluir

A verdade está em mim, sou amante dela com todo o fervor, e desse modo peço que todos que aqui passarem, comentem com a alma, com paixão e verdade, deixando a sua opinião particular e individual, afinal, somos seres únicos com visões diferentes!
Que a alma de cada um de vocês transborde nesse espaço tão meu, tão nosso!
Obrigada e beijos na alma!!!!!!!!!!

Patrícia Pinna.