REDESCOBRIDORES DA ALMA!

sexta-feira, 12 de abril de 2013

DESENCONTRO DO AMOR



Corpo dorido quase estilhaçado
Prostrado na noite escura
Desfilando a sua tristeza
Face ao desencontro do amor


Olho a face no espelho da alma
Carregando um semblante morto
Quase sem cor
Tal qual a transparência
De um vulto perdido


Ineficazes argumentos são ditos
Usados no afã da reconciliação
Quando sabidamente abrimos o leque
Das possibilidades em vão
Sem esboçarmos feliz reação


Voltamos ao tempo onde o Sol regia
E fazia um espetáculo natural
De alimento e força
Irradiando luz e paralisando o momento
Enlaçando nosso corpo


Voltamos ao tempo onde a Lua 
Servia de aconchego suave e gostoso
E bebíamos da sua grandiosidade


Hoje, nos afogamos nas muitas águas
Que não tivemos o cuidado em purificar


Sem saber nadar
Fomos arrastados
Pela veloz correnteza
Não sendo resgatados por ninguém.


AUTORIA: Patrícia Pinna
Imagens: Internet



41 comentários:

  1. Um resgate de amor é, em geral, dolorido! Bela reflexão!
    Bj. Célia.

    ResponderExcluir
  2. As vezes nestes casos temos que lutar sozinhos contra a correnteza, temos que tentar sair dela sem ajuda, apenas com o nosso próprio esforço. Bem reflexivo. Bjus feliz final de semana.
    => Gritos da alma
    => Meus contos
    => Só quadras

    ResponderExcluir
  3. Bom dia! Um daqueles poemas que deixam a garganta apertada no final, pois são tão 'da vida da gente...' lindo demais!

    ResponderExcluir
  4. Linda e intensa tua inspiração! beijos,lindo e colorido dia! chica

    ResponderExcluir

  5. Patrícia, um belo poema - Profundo.
    Um beijo grande

    ResponderExcluir
  6. bela postagem!
    Um grande abraço...

    ResponderExcluir
  7. Oi Querida,
    Nunca deixe a correnteza levar esse amor, lute com toda veemência para agarrar em qualquer galho.
    Houve algumas pessoas que disseram a mesma coisa sobre os comentários: eu acho que é poque estava reeditando algumas postagens. Agora não faço mais, talvez o problema desapareça.
    Linda a sua poesia!
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  8. Patricia,muito linda e comovente sua poesia!O fim de relacionamento é dificil e ficamos mesmo como naus sem rumo!Bjs e bom final de semana!

    ResponderExcluir
  9. Oi querida, que post mais lindo!
    Tenha um ótimo fds, beijos!

    ResponderExcluir
  10. Lindo, muito lindo, quando alguém traduz o que nos vem a alma.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Hermosas y melancólicas letras, bellísimo leerte!
    Mil gracias por tu encantadora vista, te dejo un fuerte abrazo.

    http://perfumederosas-cristina.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Como doem os desencontros! Por mais que retornemos aos dias de alegria, não encontramos o ponto certo em que o laço se rompeu, porque não é de forma abrupta que acontece.
    Muito belo e sensível, Patrícia! Bjs.

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Amiga Patricia
    Hoje em dia é tão difícil encontrarmos a pessoa certa, e, na maioria das vezes, quando a encontramos vários problemas surgem e o encontro perfeito passa a ser um desencontro (amoroso). Deveria ser normal todo esse conflito de sentimentos, o querer e o não querer, o amar e o odiar, a doçura e a raiva, o sol e a lua. Fica a incompreensão e os porquês sem serem respondidos acabando com os sonhos e perspectivas já criadas,e o que se anseia em primeiro momento é naufragar... Porém, com certeza, se nenhum lançou a boia de resgate para salvar o outro... o melhor é tentar sair sem ajuda, apenas com o próprio esforço e buscar uma nova nau...
    Obrigado pelo carinho da visita
    Bom semana
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Patrícia, obrigado pelo carinho.

    Um começo de semana de Paz em tua vida.
    Um beijo grande

    ResponderExcluir
  15. Lindissimo poema amiga, as vezes a correnteza no leva sem que queiramos ir, nos acorrenta em sua força. Mas temos sempre um novo por de sol a nos esperar e uma nova oportunidade de recomeçar, mesmo que seja só.

    Uma feliz semana
    Abraços
    Thiago

    ResponderExcluir
  16. Amiga, você posta em seu blog a tag, com as perguntas que lá estão, responde e coloca no nome de quem lhe ofereceu, se quiseres divulgação no nosso, aí pode nos citar e me avisar para que eu venha buscar e postar lá.
    Na questão de pergunta, faça uma a Nádia e a nós também.(no caso de divulgação)

    Esse comentário se quiseres pode apagar ok?

    Abraços
    Thiago

    ResponderExcluir
  17. Olá, Patrícia!
    Sempre muito inspirada.
    Belo e forte poema.
    Obrigada pela visita em meu blog.
    Beijos, boa semana pra ti.
    Lis

    ResponderExcluir
  18. Olá minha querida!
    Às vezes há motivos que nos obrigam a não estar sempre presente junto dos amigos e nos impedem de ler boa poesia!!!
    Não consegui estar aqui mais cedo, mas,estou vendo que a qualidade dos poemas continua a ser fantástica!!!!
    bjs amiga

    ResponderExcluir
  19. Olá Patrícia! Belo poema! Amiga agradeço por sua carinhosa visita em meu cantinho e já estou por aqui. Parabéns pelo blog!
    Beijos em seu coração!
    Fernanda Oliveira

    ResponderExcluir
  20. Boa tarde, Patricia!
    Que poema forte, retrato perfeito do que se sente num desencontro de amor.
    Boa semana, poetisa, beijos,
    Valéria

    ResponderExcluir
  21. Oi Patrícia!
    No amor bem que as coisas poderiam serem mas descomplicadas,
    assim não haveria tantos medos, e tantas incertezas.

    Bjo, ótima semana

    ResponderExcluir
  22. Um poema lindíssimo,com um sentir forte e ao mesmo tempo terno em sabedoria.bjo

    ResponderExcluir
  23. Bom dia minha menina sorriso !!!!!
    Ah...espírito triste que segue adiante com a alma ferida e,na ausência do amor resta apenas a profunda solidão.Vida que se perde pela graça do sentido de encontrar um valor.Mas não se sabe que tudo fará para resgatar a essência do verdadeiro AMOR...
    Grande poema com a magnitude das tuas palavras porque sabes como ninguém acariciar e tbm fazer poemas onde deduzimos com fascinantes fantasias no brilho resplandecente, valioso e sedutor das tuas inefáveis, alucinantes, intensas e cativantes pensamentos.
    bjsssssssssssssssss

    ResponderExcluir

  24. Patrícia querida,

    Desencontros de amor deixam alma e corpo doloridos.
    Lindo e sentido poema, que traduz a realidade de momentos comuns vividos entre muitos casais.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  25. Lindo poema.
    Muitas vezes é melhor deixarmos
    ser arrastados por um pouco;
    mas só por um pouco.

    Bjkas

    ResponderExcluir
  26. Tudo dura seu tempo...
    Beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  27. Olá, Patricia.

    Por mais que se tente, não há como colar o cristal que se quebrou. Então, só nos resta juntar os caquinhos e seguir em frente... Poema doloroso e muito, mas também belo.

    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  28. Patrícia minha querida,

    Lindo poema a embargar
    essa alma minha...
    Desencontros, incertezas,
    na impossibilidade de realizar.
    Quão vida astuta intrigante,
    faz do amor tão perto,
    porém entre almas distantes...
    amor, amor,
    quão sois gratificante,
    diz porque seres assim,
    tão longe, tão longe...


    Muita sensibilidade e riqueza
    poetica.

    Beijos

    Livinha

    ResponderExcluir
  29. Olá Patrícia, e que tudo esteja bem!

    Resgatar um amor é provar que está em evolução, pois tudo a nossa volta se transforma, sendo assim é uma enorme percepção!
    Sempre compartilhando belos e intensos sentimentos, e que sempre faz refletir, parabéns por compartilhar palavras belas e imagens igualmente tão belas!
    Agradeço por tuas gentis visitas e amizade e deixo cá também meu desejo para que seja sempre deveras feliz e intenso o teu viver, abraços e, até mais!

    ResponderExcluir
  30. Inspiração total para o belo poema que escreveu, adorei,

    ResponderExcluir
  31. OI PATRICIA!
    TEXTO BELÍSSIMO,MOSTRANDO TODA A DEVASTAÇÃO QUE SE FORMA, QUANDO O AMOR SE VAI, NÃO SUSTENTANDO MAIS A RELAÇÃO E O SOFRIMENTO MAIOR É O DA ALMA QUE SE DESAMPARA FRENTE AO CAOS...
    LINDO AMIGA.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  32. Lindo poema!
    Obrigada pela visita e pela força!

    Beijocas

    ResponderExcluir
  33. Querida amiga
    Depois de muito silencio, eu vim me fazer presente, trazendo a certeza que me recordo de você com carinho e amizade.
    Sinto muita saudade de não vir aqui mais vezes, mas fiquei presa no caminho, tentando resolver algumas coisas pendentes.
    Pedras aparecem pelo caminho, e delas precisamos fazer renascer lindas flores, para que nossa vida se torne um lindo jardim.
    Abraço amigo.
    Maria Alice
    Meu facebook é http://www.facebook.com/mariaalicefcerqueira

    ResponderExcluir
  34. Olá Patrícia!
    Um amor pode nos levar ao céu e a falta dele devasta o coração. Um poema profundo e encantador. Você tem um talento ímpar para compor os versos minha flor.
    Amei sua visita carinhosa.
    Beijinhos de orquídea
    Gracita

    ResponderExcluir
  35. Belo poema, intenso e agradável, parabéns!

    ResponderExcluir
  36. Querida amiga e poetisa Patrícia!!!

    Muito me honrou a sua visita ao meu Blog. Obrigado pelo carinho para comigo e meus Trabalhos. Belíssima poesia, aliás são sempre lindos seus textos poéticos. Gosto muito.
    Um lindo dia e maravilhoso final de
    Semana para você!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Beijos de luz!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    POETA CIGANO –18/04/2013

    http://carlosrimolo.blogspot.com
    “Poesias do Poeta Cigano”

    ResponderExcluir
  37. Poema de reflexão aos intervalos de nossa vida.
    Amar é mesmo uma jornada interessante entre descidas e subidas.
    Mas sempre vale a pena.
    Abraços Patricia.
    Bjo

    ResponderExcluir
  38. Que resgate lindo, adorei, bjs e lindo domingo de amor e paz.

    ResponderExcluir
  39. Resgatou com maestria.Obrigada por me proporcionar tão bela leitura. Bjs! gora seguindo seu blog. Obrigada por seguir o meu! Bjs!

    ResponderExcluir
  40. Eu já gostei do blog de cara só pelo nome.E depois lendo o conteúdo, me apaixonei.
    É claro que estou seguindo...
    Resgatar um amor é sublime!

    Bjssss

    ResponderExcluir

A verdade está em mim, sou amante dela com todo o fervor, e desse modo peço que todos que aqui passarem, comentem com a alma, com paixão e verdade, deixando a sua opinião particular e individual, afinal, somos seres únicos com visões diferentes!
Que a alma de cada um de vocês transborde nesse espaço tão meu, tão nosso!
Obrigada e beijos na alma!!!!!!!!!!

Patrícia Pinna.