REDESCOBRIDORES DA ALMA!

sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

NASCENTES CHOROSAS!



A tristeza invadiu seus castanhos olhos
Em forma de rio raso e sem avisar
Na frieza de uma solidão de amargar

Não entendeu suas razões
Nem percebeu as ligações
Tampouco absorveu as intenções
Que magoavam a encantadora alma
Numa ausência de calma
Na procura perpétua de uma saída

Nascentes estranhas e contaminadas
Desenhadas na turva água
Morta em seu silêncio
Agigantando seu dissabor

Sem brilho, sem cor
Correndo aflitivamente
Por sobre as rochas chorosas
Em ver tanta dor!


AUTORIA: Patrícia Pinna
Imagens: Internet

47 comentários:

  1. Na tristeza profunda não se tem discernimento, para ver saída. Poema com muito sentimento. Lindo amiga Patrícia Pinna! Obrigada por oferecer sempre o melhor de si... Seu carinho em poesia! Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Lindo e triste! Como sempre, linda e profundamente inspirado! Beijo no coração!
    Elaine Averbuch

    ResponderExcluir
  3. Belíssimo o seu poema, amiga e poetisa Patrícia Pinna.
    Lindo o seu sentir.
    Parabéns!
    Amei.
    Beijos na sua alma

    ResponderExcluir
  4. Na busca de uma saída, de uma razão, de um motivo, muitas vezes deixamos de valorizar o que vive muito pertinho de nós! Sentimentos nos afogam... Um poema eternizante de emoções! Belo e tocante!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  5. Belíssimo sem comentários...Sou fã de tudo o que vc escreve!

    Bjsss

    ResponderExcluir
  6. Um sentimento que temos ao ver a natureza mal tratada e desrespeitada...De volta(com vontade ainda de estar lá,rs) bjs chica

    ResponderExcluir
  7. Bom dia querida amiga... nascentes dentro de nós que encontram nos olhos seu desaguar.. quantos rios vertem de nós na trajetória da vida.. mas sempre nos ensinando e nos acalmando..
    sobre as outras nascentes.. cada vez mais vemos isso.. a agua límpida da lugar ao lodo e lixo dos inconscientes humanos que parecem gostar de viver assim né..
    beijos e até sempre Patricia.. tenha um lindo dia

    ResponderExcluir
  8. Bom dia amiga!!!

    Hoje cedo me deparei com esse lindo poema triste e profundo no texto real, fala de uma realidade que está acontecendo muito em muitos lugares.
    Muito belo parabéns!!!

    Um feliz-fim de semana!!!

    Maria Machado

    ResponderExcluir
  9. Olá querida amiga Patricia! Como sempre seu poema me encantou, tudo o que é escrito com a alma e o coração, transborda em emoção, e só posso te dizer mais uma vez...Parabéns! Me perdoe a demora em estar por aqui, espero que em breve tudo volte a sua normalidade, porque amo visitar os amigos.
    Beijos com imenso carinho e tenha um final de semana cheio de luz e muito amor.
    Marilene

    ResponderExcluir
  10. Oi Patricia! Suas poesias sempre nos comovendo! Tristes e belas lágrimas! bjs,

    ResponderExcluir
  11. Bom dia, Patricia!!
    Poetisa querida e amorosa.
    Gostei imensamente deste post, na verdade amo te ler.
    tenhas um sábado radiante.
    beijos
    veraportella

    ResponderExcluir
  12. As vezes penso que existe em mim uma nascente porque sou tri chorona rsrs, choro até vendo comerciais na tv.

    Belíssimo poema Patrícia, fala em palavras o que sentimos na alma ...

    Parabéns!!!

    Bjks
    My

    ResponderExcluir
  13. Boa tarde!

    Achei simplesmente maravilhoso o seu poema.


    Bom fim de semana.

    beijo

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  14. Paty

    qdo estou triste pareço essa nascente ai, brota lágrimas sem cessar. Eu penso de onde sai tanta água rs...
    Brincadeiras a parte, lindo e sensível seu poema.

    bjokas e um lindo fds pra vc =)

    ResponderExcluir
  15. Um poema bem escrito,cheio de sentimentos,porém triste!
    Adorei Patrícia.
    Beijinhos e um ótimo fim de semana.

    ResponderExcluir
  16. Oi,Pat! Achei lindo mas triste. Bom final de semana! Beijo, Lylian

    ResponderExcluir
  17. Patrícia,

    Expressou fortemente uma dor, que espero ser fictícia.

    ResponderExcluir
  18. OI PATRICIA!
    COLOCASTE EM VERSOS, LINDOS, UMA AFLIÇÃO, QUE NÃO É SÓ DAS ÁGUAS, MAS NOSSA TAMBÉM, PERANTE A INCOMPETÊNCIA QUE TEMOS, DE SÓ, RESPEITAR AS DÁDIVAS DE "DEUS".
    UM PROTESTO PELO DESRESPEITO A NATUREZA!
    LINDO AMIGA.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Boa Noite Patricia.
    Eu gostei muito do seu poema amiga
    porém achei um pouco triste .
    Todo poeta escreve de acordo com sua alma isso que faz
    a diferença .
    Agradeço pela visita e você sempre fará parte da minha história.
    Na verdade tive que fazer uma mudança minha amiga infelizmente muitas vezes construímos castelo em areia movediça .
    Um carinho no seu coração.
    E um final de semana abençoado.
    Evanir.
    Lembre sempre quando falava
    das minhas orações.

    ResponderExcluir
  20. Com esta quadra venho aqui,
    Bom fim de semana te desejar
    Amiga Patrícia Pinna, com carinho escrevi
    Para ti quatro versos a rimar!

    À nossa amizade,
    Mesmo sendo virtual.
    À sua continuidade
    Verdadeira especial.

    Boa noite, bons sonhos, beijinhos.
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  21. Que Belo Patricia!!

    Onde começa as lagrimas e onde deságua e acalma as almas.

    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Patrícia li o seu poema "Razão"

    Você me autoriza a postá-lo mo blog quando? Com todos os créditos como sempre ....

    Fico no aguardo de sua resposta ...

    Bjks e abraços
    My

    ResponderExcluir
  23. A alma da poesia as vezes chora lágrimas nascidas no olhar dos nossos semelhantes e por sentir tanto as letras tentam em palavras abraçar na tentativa de fazer com que a esperança e a alegria de sonhar retorne.

    Belo estar aqui e ler teu coração ao som de tão maviosa canção.

    Carinhoso abraço,tenha uma nova semana de paz

    ResponderExcluir
  24. O seu texto revela uma pessoa sensível e isso agrada-me.

    Que tenha uma noite muito serena, rrss

    ResponderExcluir
  25. Quando a dor está no coração, fica muito difícil achar saída, encontrar a luz.
    Linda sua poeisa querida Patricia, como sempre a poesua que vem da alma,do undo do coração...amei!
    Grande beijo em sue coração e muito obrigada por sua csarinhosa visita.

    ResponderExcluir
  26. Olá, Patrícia. Passando por aqui para retribuir a visita e agradecer seu generoso comentário sobre meu texto. Gostei do seu blog. Abraços.

    ResponderExcluir
  27. Boa tarde linda Paty !
    Mais uma vez, parabéns pela linda construção poética, bem como os seus metáforas.

    As aguas da tristeza, invadiram a bela nascente de uma doce mulher. Essa água triste, pode ter sido um amor mal resolvido, um amor digamos que sucuteado. Nada melhor banhar-se na limpidez de outro amor.

    Grande abraço,
    Do amigo,
    Dan.

    ResponderExcluir
  28. Olá,Patricia
    Muito linda e triste inspiração...
    ...a sensação é de que as forças estão sumindo...é um somatório de choro no meio da tarde e a lembrança à atormentar.Melhor nessas horas é ficar quieta no lugar chorando à espera de despertar na luz de um novo dia e renovar, apagando dos sentidos, e contabilizar o tanto que a vida lhe ensinou.
    É quando você percebe que já chega de tanto sofrimento. Já é hora de dar um basta...
    Boa noite, Obrigado pelo carinho,belos e abençoados dias, beijos!

    ResponderExcluir
  29. Um dos melhores poemas que eu já li por aqui, Poetisa Patricia. Muito bonita a construção, show de imagens!

    ResponderExcluir
  30. Sem brilho, sem cor
    Correndo aflitivamente
    Por sobre as rochas chorosas
    Em ver tanta dor!

    parabens pelo blog... LInda Noite!!

    ResponderExcluir
  31. Lindo poema,adorei!

    Beijos
    ótima semana!

    ResponderExcluir
  32. Sua poesia é linda, é um gesto em palavras, expressa sentimentos de solidariedade humana. E é assim que temos que nos comportar diante da prioridade do outro enquanto a ferida que se instalou na saúde do nosso país cresce assustadoramente,e não vemos saída, pois os interesses são outros por parte dos nossos governantes.Ao menos tentamos amenizar o sofrimento alheio sendo pacientes e compreensivos.

    Adorei Patricia,
    Um abraço e muito obrigada pela presença lá no blog.

    ResponderExcluir
  33. Cada poema um momento único
    palavras única os grandes poetas jamais repete suas emoções.
    Como j´s comentei amiga um belo e único poema.
    uma feliz semana.
    Evanir.

    ResponderExcluir
  34. Oi Patrícia!
    Belo poema... triste e tocante, mas envolto em linhas harmoniosas. Fiquei feliz de conseguir dar um pulinho aqui hoje para ler um pouco dos teus escritos :-)
    Tenha uma ótima semana, beijos!

    ResponderExcluir
  35. Oi Patrícia, muito lindo!
    Trsite, mas encantador.
    Beijos e boa semana!

    ResponderExcluir
  36. mesmo com o coração sangrando...mas seguindo sempre..às vezes na calmaria..outras tantas na correnteza..

    bjs.Sol

    ResponderExcluir
  37. Oi Paty,as vezes fico a pensar que essa nascente chorosa sou eu...
    Até evitei comentar, mas não tem jeito, passam-se os dias as horas, minutos e a tristeza invade os meus olhos...E sem avisar, sem motivo aparente!A diferença que meus olhos ñ são castanhos, são cor de mel...Tem horas que bate saudades até do que não pode ser, do que foi, do que deveria ter sido...Mas eu absorvo o porque disso tudo, percebo as ligações...Mas deixei de procurar saída, até porque ñ existe, impossível!
    Em fim Paty,
    Seu bom gosto faz com que a gente tenha que passar por aqui todos os dias.
    Parabéns!!!

    Bjssssss

    ResponderExcluir
  38. Triste realidade.
    Nós, seres considerados inteligentes, culpados por estas nascentes contaminadas.

    Beijo

    ResponderExcluir
  39. Bom dia menina de estilo surpreendente, poesia é seu nome!
    Demorei e ao voltar só me deparei com preciosidades, a começar pela música que acalma enquanto leio versos lindos, feitos de você pra mim e pra todos que sabem apreciar cada estrofe, cada versos a murmurar segredos e medos...ou algo mais.
    Beijos com gigantesca saudade!

    ResponderExcluir
  40. Há momentos em que somente as lágrimas trazem alento para a dor. E até a natureza corre no mesmo sentido. Sensíveis e lindos versos, Patrícia. Bjs.

    ResponderExcluir
  41. Patrícia, sinto muitas saudades de meu pai que faleceu em 1995. E da presença de minha mãe que mora muito longe.

    Amei o seu comentario.

    Bjs

    ResponderExcluir

  42. Patrícia querida,

    Um poema profundo e pleno de sensibilidade.
    Linda alma poética.
    O poema e a imagem sugerem dúbia interpretação. Nascentes chorosas pela turbulência de um momento distanciado da serenidade, que culmina com a alma ferida.
    De outro lado, o choro da natureza, por se ver tão maltratada e desrespeitada.

    Beijão.

    ResponderExcluir
  43. Gosto quando a poesia se entrega em pro da mãe natureza e voce o fez com beleza e profunda sensibilidade.
    Belíssimo Patricia.
    Voce faz bem feito.

    Carinhoso abraço amiga.
    Beijo de paz e luz.

    ResponderExcluir
  44. Oi oi Patricia,passo por aqui para deixar o meu carinho e a minha paz,quero desejar-te um excelente mês de fevereiro,tudo de bom para ti!! Bom fim-de-semana!! Muitos beijinhos,fica com deus e até breve!! http://musiquinhasdajoaninha.blogspot.pt

    ResponderExcluir

  45. Olá Patrícia, e que tudo esteja bem contigo!

    Sempre tão intenso os teus pensamentos cá expressos. Por vezes vivemos turbulentos momentos vividos com valores invertidos nos causam dor, mas desde que temos escolhas a fazer sempre fazemos com a intenção do melhor e nos surpreendemos quando assim não acontece e assim choramos a dor pelo engano!
    Belas as imagens também compartilhadas!
    Sou grato por tua amizade e companhia, e também por tuas gentis visitas e comentários, assim desejo que seja sempre deveras intenso e feliz o teu viver, um grande abraço e, até mais!

    ResponderExcluir
  46. Olá, querida Patrícia
    A tristeza é impiedosa, amiga... é pena!!!
    Lindo post/poema!!!
    Bjm fratenro

    ResponderExcluir
  47. Olá Patrícia!
    Vim conhecer o seu espaço e o achei bem interessante, principalmente por este poema. Não somente as rochas choram. A natureza vem dando seus sinais e conselhos já há algum tempo. Ela sempre se recompõe, mas tudo tem seu limite.
    O recado foi dado, não é?
    Um abraço e tenha uma boa semana!

    ResponderExcluir

A verdade está em mim, sou amante dela com todo o fervor, e desse modo peço que todos que aqui passarem, comentem com a alma, com paixão e verdade, deixando a sua opinião particular e individual, afinal, somos seres únicos com visões diferentes!
Que a alma de cada um de vocês transborde nesse espaço tão meu, tão nosso!
Obrigada e beijos na alma!!!!!!!!!!

Patrícia Pinna.