REDESCOBRIDORES DA ALMA!

quarta-feira, 25 de junho de 2014

Contemplando os Versos! By Patrícia Pinna


Leio nos versos, palavras repetidas causando
O incômodo em meu cérebro,
Refletindo na distorção da face
Tais versos, no entanto, tem a brisa nova floreando
Uma mensagem com outro contexto, resplandece

Periga correr o risco de não entender a criação
E sem satisfação, incorrer na infelicidade de um vazio
Desesperadamente inoportuno acrescendo dedução
De ausência de imaginação, uma forca com invisível fio

Mas a poesia é livre e grandiosa em seus verbetes, plural
Ouço o som do rio inúmeras vezes, cada qual tem sua proeza
Nada é igual, apesar de parecer ser este o seu final
Mais uma vez deito-me em adoração no teu seio, extrema pureza

Contemplando a iniciação de mais um intenso verso
O que me acaricia, me consola, me acorda e sem demora
Beija a minha trilha de frases procurando o meu reverso

AUTORIA: Patrícia Pinna
Imagens: Internet.


42 comentários:

  1. Patrícia, nesse vc somou a profundidade do raciocínio com o sentimento lírico, com toques do que transcende a compreensão.

    =D

    ResponderExcluir
  2. Nossa, parece que esse texto foi feito pra mim, especialmente, porque eu tava precisando de verdade “ouvir”, ler, tudo isso.

    Isso fica ainda mais evidente pelo fato de que eu nem ia entrar aqui hoje…

    Obrigada, você ter escrito esse poema tão lindo! Vc não sabe como esse texto ajudou....Tem coisas que entram na nossa vida pra transformar agente e esse texto transforma qualquer leitor seu...Basta que eles fechem os olhos e viajem na poesia.

    Bjsss Pati, sempre!

    ResponderExcluir
  3. Bom dia Patrícia

    Poema maravilhoso.Parabéns.

    Beijinhos e um dia feliz.

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  4. Teus versos não devem causar incômodo e sim contemplação, admiração! Beleza, mais uma vez! beijos,chica

    ResponderExcluir
  5. Em um momento ou outro todo poeta se vê assim diante da escrita de uma poesia... mas por ser poesia, dela emana vida e logo se cria algo inesperado.
    Tenha um bom dia, beijos!

    ResponderExcluir
  6. Que verso maravilhoso Patrícia,
    de uma profundidade e calento ao mesmo tempo.
    Amei amiga e peço permissão de guardar comigo..seria uma boa reflexão.
    Obrigada sempre querida.por compartilhar tamanha beleza.
    Rosa valverde

    ResponderExcluir
  7. Bom dia querida amiga.. bem.. não sei o que houve mas hj demorou bastante para carregar o teu blog aqui..
    sobre a postagem.. todos temos essa mágica observação.. esse poder de contemplar as belas que vestem as palavras... passamos sabiamente no papel para encher de alegria os olhos das demais pessoas não é..
    espero que recebeste o email.. Beijos Patricia e até sempre

    ResponderExcluir
  8. Contemplar o poema como se cada palavra fosse a água de um rio que é sempre diferente e sempre igual...
    Beijo.

    ResponderExcluir
  9. Imagino que o poeta é assim... um ser sempre em eterna agonia... dentro dele bailam mil palavras em uma dança esfuziante...

    Beijos...

    ResponderExcluir
  10. "Os escritores,nas palavras se revestem de graça e simpatia,exalando o perfume das flores ou ferindo de espinhos as mazelas dos homens;sussurrando amores ou ódios,aplaudem os heróis ou flagelam os déspotas.

    Cabe aos dicionários,na medida do possível ir palmilhando a estrada nas pegadas deixadas por eles.Dar conta desses complexos vilões;e o que inicialmente seria uma luta vã com as palavras,na voz de um poeta"- Texto escrito no prefácio do dicionário da nova língua portuguesa,feito pela:

    "Academia Brasileira de Letras"!

    Ou seja!

    Para um bom entendedor,os poetas e escritores colocam magias em suas escritas,mesmo que não sejam com palavras coerentes mas,exalam em cada frase o perfume de uma flor!
    E você Patricia,descreveu lindamente em sua poesia o que é ser poeta.
    bjs amiga e parabéns.

    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  11. Bom dia, Patrícia,mesmo que suas palavras, ideias, que se transformam em belos poemas sejam algo que perturbe por sua repetição, pode até perturbar seu cérebro, mas com certeza acerta o coração.Beleza transcendental da nossa emoção.
    Belíssimo poema! Grande abraço!

    ResponderExcluir
  12. Querida amiga Patricia, bom dia!
    Que incomodo mais belo de se ler,o poeta muda, mas as suas escritas tocam meu coração na transformação de uma leveza que gosto de sentir...A ausência de imaginação incorreu em tão belo poetar. Parabéns!
    Beijos com muito carinho e fica com Deus.
    Marilene

    ResponderExcluir

  13. Para os teus versos contemplar,
    vim a correr, Patrícia Pinna
    para ver de perto o teu olhar
    dos teus lindos olhos menina.

    São tão lindos eu imagino,
    não sei bem qual a sua cor
    seguiste pelo caminho do destino
    encontrastes os beijos do amor.

    Imaginação certa com certeza,
    encontrastes a tua felicidade
    no teu corpo tens tanta beleza
    amor verdadeiro desejada tempestade!
    Um beijinho.

    ResponderExcluir
  14. Papel e caneta, dedos e um teclado, o pensamento viaja e transcende barreiras ...

    Novamente encontramos mais um lindo poema ...

    Bjos
    My

    ResponderExcluir
  15. Boa tarde Patrícia!

    Lindo poema!:)))
    Beijos mil <3

    ResponderExcluir
  16. Olá, patrícia.
    Às vezes os versos nascem da nossa paz, e noutras vezes, da nossa guerra; da nossa paz e da nossa inquietação. Das nossas alegrias e das nossas tristezas. São assim, e nada podemos fazer.
    Linda poesia!
    Boa tarde!

    ResponderExcluir
  17. Eu sinto-me privilegiado por contemplar tamanha beleza que escreveu , poder sentir profundamente cada palavra delicada que a minha alma tanto valoriza tao belo momento de poesia ,muitos beijinhos querida amiga Patrícia .

    ResponderExcluir
  18. "Lutar com palavras é a luta mais vã. Entanto lutamos mal rompe a manhã". O poema é surpreendente... Foi você mesma que comentou não sei aonde, que às vezes olha o poema criado, meio de lado, como a dizer: sei não... Não vendo muito potencial nele, com receio de posta-lo. E de repente, esse suposto patinho feio, é aclamado pelos publico leitor e vira um cisne, para sua surpresa. É valido esse controle de qualidade, mas, não subestimemos o poder da palavra.

    ResponderExcluir
  19. oi Paty

    a poesia é linda, mas linda é o reflexo que ela emite da alma de quem a escreve.

    bjokas com carinho =)

    ResponderExcluir
  20. Escrever poesia é uma azáfama cerebral constante. Mas dela sai a adrenalina que nos alimenta!
    Lindo!
    Bjo, Patrícia :)

    ResponderExcluir
  21. Ler-te, não é incómodo nenhum.
    Antes pelo contrário, as tuas palavras têm o dom de me encantar.
    Ler-te, é sempre um enorme prazer.
    Magnífico poema, gostei muito.
    Tem um bom fim de semana, querida Patrícia.amiga
    Beijo.

    ResponderExcluir
  22. Boa noite Patricia!
    É muito lindo te ler...
    Um grande abraço pra ti.

    ResponderExcluir
  23. Ter a dádiva de ter a porta do teu coração aberta assim de forma tão bonita.generosa, com todo um imenso espaço de luz e sábia criação para mim é de valor imensurável,sobretudo na oportunidade única de meditar nas entrelinhas das tuas reflexões poéticas, que para além de uma mera apresentação de palavras, aprofunda-se de facto nas entranhas de uma alma que busca cada vez mais com lucidez o real sentido da vida e o que de bom e bonito encontra nessa pontuação, aponta para todos que rodeiam-te o coração.

    Mil bisous Querida Paty, sempre,sempre grata por esses momentos a qual dedica-nos e faz-nos crescer um bocadinho como seres iluminados.

    Que seja feliz teu sábado

    ResponderExcluir
  24. Ai Patricia,nem se vc quisesse ficaria repetitiva! Seus versos vem do coração e são plenos de criatividade! Lindo demais! bjs,

    ResponderExcluir
  25. Oi, Patrícia, como vai? Vejo que está numa fase muito intensa, de se redescobrir... é interessante como às vezes as mesmas palavras tomam novas formas de acordo com a fase que estamos vivendo, seus versos refletem maturidade e conhecimento interior. Um abraço!

    ResponderExcluir
  26. Minha querida Patrícia

    Mais um poema que vai para além das palavras. Simplesmente maravilhoso.

    Deixo um beijinho e agradeço as palavras de apoio e carinho que me adoçaram o coração e me ajudaram a voltar.
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  27. Muito bonito . Bonito mesmo . Beijos , Patrícia .

    ResponderExcluir
  28. Olá Patrícia tudo bem?
    Quero te convidar para responder a TAG Sugestões.
    Vou ficar contente se você participar, se a fizer me avise para eu poder vir ler e comentar ok?

    Abraços e carinhos,
    My

    ResponderExcluir
  29. Bom dia Patricia.
    Belo momento de poesia.
    Acabo de conhecer o seu blog, lindo espaço.Um feliz julho com muita realizações.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  30. Que momento de êxtase... Olá amiga passando rapidinho para avisar que de hoje até o dia 06 de julho estarei recebendo as poesias para o 9º Pena de Ouro, lembrando que as 20 primeiras é que serão selecionadas. Caso não deseje participar da brincadeira como poetisa conto com tua presença a partir do dia 12/07 para a votação. Um enorme beijo no coração (ISSO É UM SPAM KKKKKKK)

    http://ostra-da-poesia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  31. Um verdadeiro SHOW poético que só você consegue fazer.

    Parabéns linda!!

    BJSSS

    ResponderExcluir
  32. Oi Patty! Passando só pra deixar um beijinho e reler essas encantadoras poesias! bjs,

    ResponderExcluir
  33. Olá,Patricia! Obrigada pela visita ao meu blog! Sua poesia é linda e, com certeza, as palavras se repetem no nosso cérebro mas cada momento é único e com seu próprio significado.
    Grande abraço!
    Estou entre os teus seguidores.
    Sonia

    ResponderExcluir
  34. Oi Patricia,recebi sim e ficaram dois comentários.rsrs
    Obrigada amiga pela visita.
    Bjs
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  35. Oi Patricia,

    Sua poesia é sem comentário, linda.
    Eu escrevo a vida, já vivi mais que o suficiente para colocar no papel as alegrias, dores e saudades que uma pessoa tem.
    Obrigada pelo carinho
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  36. Palavras bonitas devem se repetir sempre... e não perturbam, cutucam a gente e nos despertam! Belo poema! Bjks Tetê

    ResponderExcluir
  37. Que feliz inspiração querida Patricia!
    Uma ode aos versos, que são seus próprios e iluminados versos, amei.
    Aplausos amiga.
    Um abração com carinho.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  38. Patrícia
    Obrigada pelo apoio e pelo carinho. Nesse momento de preocupação extrema, seria impossível ter concentração para ler postagens. Bjs.

    ResponderExcluir
  39. OI PATRICIA!
    HÁ ALGUNS VERSOS QUE ESCREVEMOS, QUE APÓS CRIAREM FORMA, SABEMOS TEREM SIDO ENVIADOS POR NOSSA ALMA DIRETO PARA A PONTA DOS DEDOS E QUE ESCAPAM A NOSSA VÃ VONTADE,POIS NÃO NOS PERTENCEM, SÃO DE QUEM OS LÊ E CONSEGUE CAPTAR DELES TODA A NOSSA ESSÊNCIA.
    ASSIM, AMIGA, SÃO ESTES TEUS LINDOS VERSOS,SÃO NOSSOS PELO TANTO DE TUA ALMA CONTIDA NELES.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  40. Suas palavras transformadas em poemas só nos faz elevar nossa alma para reflexões que poucos têm o privilégio de ter. Incomodar-nos é você deixar de escrever.Beijos Patricia, e obrigada por eu poder fazer parte desse seleto grupo.

    ResponderExcluir
  41. Poetisa magistral , irei começar este comentário com os versos que chamaram a minha atenção pela sua grandeza " MAS A POESIA É LIVRE E GRANDIOSA EM SEUS VERBETES,PLURAL..." é uma espécia de déjà vu poético ? rs rs Eu entendo . Mas se for isto , pode ser parecido mas nunca será repetido . Cada poema tem a sua identidade própria e a sua mensagem natural, assim como neste, cujo os versos foram contemplados de maneira admirada e sobretudo com uma ótica única e inédita sobre o poema , então de palavras repetidas não houve nada , niente !!! Muito menos o incômodo em meu cérebro. Pelo contrário , você poeta fabulosa , põe os nossos cérebros para trabalhar , você nos agita , põe o nosso saber para raciocinar e nos faz entrar em seu mundo mágico do pensar e da poesia , palavras por palavras são redescobertas e tudo passa a ser novo . Aliás , aproveitando este tema , tu notastes que o nome de sua casa poética é " Redescobrindo a Alma " ou seja , podemos concluir e que não há palavras e nem versos repetidos mas sim REDESCOBERTOS ...você dá uma segunda chance à poesia e o prefixo Re- de redescobrimento é o mesmo de renascimento e você revive e torna-se imortal em sua construção poética. Tu és eterna , poetisa !

    Tu és eterna !

    Beijos em sua eterna e luminosa alma !

    ResponderExcluir

A verdade está em mim, sou amante dela com todo o fervor, e desse modo peço que todos que aqui passarem, comentem com a alma, com paixão e verdade, deixando a sua opinião particular e individual, afinal, somos seres únicos com visões diferentes!
Que a alma de cada um de vocês transborde nesse espaço tão meu, tão nosso!
Obrigada e beijos na alma!!!!!!!!!!

Patrícia Pinna.