REDESCOBRIDORES DA ALMA!

domingo, 20 de setembro de 2015

Liberdade ou Prisão, Sua Decisão! By Patrícia Pinna/ Zilda Oliveira





Liberdade ou prisão, o que fazer nesta indecisão?
Questionamentos viajantes na contramão do entendimento
Nessa contramão, muita contradição, inexistindo renascimento
Sem saber que está na mão ou contramão, contra fluxo da vida
Pode até ser...

Quem é este ser que não consegue saber para onde ir?
Viajante do tempo ou um perdido do mesmo?
Quem terá a resposta para tantos questionamentos?

Um ser perdido, apaixonado
Contudo, em seus dias, engaiolado
Nas horas mais confusas de solidão
Consumindo feito fogo tudo o que vivera até aqui

Será que nessa confusão de sentimentos não clama por achar
A direção, um sentido na vida
Que o liberte e o faça mais feliz? Talvez

Como pode alguém viver assim nesta indefinição
Se tem tanto amor para doar?
Liberte-se dessa prisão!!!!!

Apruma o teu ser, sinta a paixão
O amor,a vida e decida o que fazer, arrisque-se!
E arriscar-se implica em romper elos, derreter a chama da vela
Mas é sabido que o amor a tudo dignifica, é libertador, Fênix

Um renascer de olhar reluzente, enlevo de suaves sentimentos
O abraçar feito criança inocente deixando seu ser te pertencer
Para poder compartilhar com o outro o que há de mais profundo
Neste amor para que floresça

Rompe com as as correntes que o amarram
Onde não há mais sentido permanecer
Aproveite esta Primavera onde há renovos
Brote para um novo tempo

E voe, voe longe pairando nas flores
Colore a estação, aromatize o seu ar
Vislumbre uma nova decisão
Flutuando no seio do amor

Assim, o sorriso virá de sua entranha
As respostas para tudo poderás até não ter
Mas será leal ao seu sentimento, sem sofrimento
Sem vestir a couraça da desculpa, da não permissividade

Primar pela prisão ou liberdade fará toda a diferença
Em seu amanhã, um novo amor, uma nova vida
Pode descortinar-se neste porvir

E ouvirás a canção em seus ouvidos
Com notas diferentes, arranjos distintos
Da mesma envolvente melodia
Em prosa ou verso poderá reconstruir
Nova musicalidade aos seus dias

Assim será a tua alma livre e feliz
E não pesará sobre ela qualquer condenação
A liberdade será a única condição para sua realização
Novo ciclo quer por ti ser acaraciado
Com a beleza dessa declarada emoção!


Autoria: Patrícia Pinna/ Zilda Oliveira
Imagem: Internet
Vídeo: You Tube



Foi um imenso prazer, e uma grande honra, criar este poema com a amiga e poeta, Zilda Oliveira, cujo talento encanta-me a cada dia, além da pessoa maravilhosa que ela é.
Uma parceria entre tantas outras que virão, se Deus quiser.
Esperamos que tenham gostado!
Obrigada,amiga.
Beijos na alma.

31 comentários:

  1. Eu que tenho a honra de complementar a arte de compor com palavras este poema com você amiga poeta Patrícia Pinna, de grandeza e estilo poético próprio. Agradeço a oportunidade e preferência de realizar esta primeira e espero das muitas obras que estão por vir. Beijos no coração.

    ResponderExcluir
  2. Lindo, amiga Poetisa!
    Isso é muito mais que uma poesia amiga Patrícia.
    adorei o poema muito lindo
    e afetuoso. um sonho viu!
    A cada texto você se supera.
    Seus textos estão belíssimos!

    Continua sempre firme minha amiga!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Um poemaço, querida Patrícia.
    Bela e afinada parceria.
    O título já indica a única posição viável para a situação versada, ou seja, a decisão. Difícil, sem dúvida, quando o amor é grande, mas o amor deve ser vivido com leveza e liberdade, caso contrário perde o seu brilho. Decisões são sempre precedidas de sentimentos conflitantes, pois, a final, nunca sabemos o peso que virá depois. Contudo, há circunstâncias em que arriscar é preciso, pois pode redundar em mudanças favoráveis à relação ou até mesmo descortinar horizontes mais felizes. Uma alma liberta enxerga melhor o que lhe convém.

    Parabéns às duas!

    Beijo.

    ResponderExcluir
  4. Liberdade ou prisão - está em nossa mão!
    Muito lindo o poema, amei, obrigada.
    Abraços carinhosos
    Maria Teresa

    ResponderExcluir
  5. Inicio maravilhoso de parceria!
    vcs tem um dom que admiro: Souberam sintetizar as coisas.
    A poesia feita com vc Zilda e Patrícia realmente ficou belíssima. Desperta o que há de melhor em nossos corações.
    Bjsssnas duas poetisas.

    ResponderExcluir
  6. As palavras se encontram numa composição linda. Parabéns!

    ResponderExcluir
  7. Parabéns às duas poetisas que fizeram essa beleza de poesia!Adorei! bjs, às duas,chica

    ResponderExcluir
  8. Bom dia Patrícia Pinna

    Extensivo e maravilhoso poema. Parabéns

    Beijo e uma excelente semana.

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  9. Quem ama, liberta!
    O "deixar ir" é uma das maiores provas de amor. Respeita-se a individualidade.
    O difícil é sairmos da zona de conforto emocional. Há que se ter muita maturidade. Excelente produção poética!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  10. Não saber a decisão a ser tomada, por vezes aprisiona nosso coração.
    Linda parceria, queremos mais rs...
    bjokas =)

    ResponderExcluir
  11. Lindas,perfeitas, extraordinárias,
    Dupla perfeita.
    O amor é livre,
    Voe! Aprender que a liberdade é sinal paz
    Libertarmos do apego, da escravidão mental.
    Assim será nossa alma livre e feliz.
    Amei.
    Aplausos , Patricia e Zilda,
    textos belíssimos.
    Deus uniu duas formosas criaturas para nos presentar com essa beleza.
    Rosa Valverde

    ResponderExcluir
  12. Parabéns as duas autoras, são lindas palavras, ótimas para uma reflexão ...
    Liberdade ou prisão ... penso que depende muito da interpretação de cada um ...
    Tem pessoas presas que são livres, e tem pessoas livres que sentem-se presas ...
    É uma questão a se pensar, talvez o que seja prisão a muitos não o é a quem está "preso" e se sente liberto, e vice e versa tudo nessa vida é relativo, depende muito do como se vê a questão ...

    Bjos Patrícia!
    Minda

    ResponderExcluir
  13. Parabéns as duas autoras, são lindas palavras, ótimas para uma reflexão ...
    Liberdade ou prisão ... penso que depende muito da interpretação de cada um ...
    Tem pessoas presas que são livres, e tem pessoas livres que sentem-se presas ...
    É uma questão a se pensar, talvez o que seja prisão a muitos não o é a quem está "preso" e se sente liberto, e vice e versa tudo nessa vida é relativo, depende muito do como se vê a questão ...

    Bjos Patrícia!
    Minda

    ResponderExcluir
  14. uma parceria que resultou muito bem!
    parabéns às duas!
    boa semana.
    beijo
    :)

    ResponderExcluir
  15. Lindo poema! É preciso romper com velhos padrões mentais,praticar o desapego e criar força interna para sentir- se livre.

    ResponderExcluir
  16. Se safaram muito bem,
    duas apaixonadas poetisas,
    porque quem talento tem
    escreve lindas poesias.

    Sejam de amor ou não,
    só bem tenho de dizer
    quem feliz quer viver
    não faz sofrer o coração.

    Na prisão, encarcerado,
    sem de lá poder sair
    quem assim engaiolado
    não terá vontade de sorrir!

    Quem se afunda na lama,
    não deve continuar atolado
    quem é bem amado e ama
    vive na vida apaixonado!

    Perfumadas, para elas olhei,
    no jardim duas flores lindas
    do vosso poema tanto gostei
    os meus parabéns meninas!

    Com abraços e beijos,
    boa tarde vos desejo.
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  17. Ficou muito lindo querida amiga que a liberdade nos liberta da imensidão dos porques que tantas vezes no invadem a alma ,muitos beijinhos no coração ,felicidades.

    ResponderExcluir
  18. Lindíssimo poema, parceria perfeita, parabéns às duas, sensibilidade e inspiração!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  19. OI PATRICIA!
    PARABENIZO AS DUAS POETAS PELA PARCERIA E BELA INSPIRAÇÃO.
    ABRÇS
    -http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Uma bela parceria para este dilema tão comum no ser humano diante do amor, que só entende liberdade e espontaneidade e cumplicidade.Mas há o sentimento de prisão, que está intrínseco neste mesmo amor e daí vem o medo de amar e de não ser livre,estranho mas real entrelaçar o amor este medo.
    Bela ilustração em imagem e musica.
    Parabéns a vocês pelo belo trabalho e que outros possam vir para nosso deleite em poesia de rara beleza.
    Uma linda semana com paz e alegria com muita inspiração para vocês.
    Meu duplo abraço para vocês com carinho.
    Meu aplauso.
    Beijos de paz e poesia.

    ResponderExcluir
  21. Belíssimo poema,querida amiga Pat!Parabéns a você e à outra amiga poeta! Magistral!

    Liberdade sempre! Romper com o medo e soltar_se!

    Estou com problemas sérios de conexão e entrando nos blogs pelo modo seguro de meu computador.

    No modo normal, levo mais de 10 minutos para abrir cada blog de amigos.

    Por isso,atualmente,somente tento retribuir as visitas.

    Obrigada por seu belo comentário no meu e volte sempre!


    Ótima terça-feira de paz e alegrias

    Beijos sabor carinho

    Donetzka

    ResponderExcluir
  22. Boa noite querida Patrícia..
    sempre está em nós a chave que nos liberta por vezes de nós mesmos..
    pois toda a prisão fomos nós que criamos...
    dentro de nós a liberdade sempre pede passagem..
    feliz de quem consegue deixar tudo em si fluir... beijos e feliz sempre doce amiga

    ResponderExcluir
  23. Depois de um certo comedimento de Inverno que favoreceu o recolhimento e introspecção, é essencial que a Primavera liberte o ser para novos voos de liberdade numa atmosfera feita de aromas e renovação. Que a prisão de cada um se abra, para soltar em direcção a um novo tempo de construção as perspectivas idealizadas.
    Muito belo, Patrícia! Uma pareceria que pelos vistos funcionou muito bem!
    xx

    ResponderExcluir
  24. Depois de um certo comedimento de Inverno que favoreceu o recolhimento e introspecção, é essencial que a Primavera liberte o ser para novos voos de liberdade numa atmosfera feita de aromas e renovação. Que a prisão de cada um se abra, para soltar em direcção a um novo tempo de construção as perspectivas idealizadas.
    Muito belo, Patrícia! Uma pareceria que pelos vistos funcionou muito bem!
    xx

    ResponderExcluir
  25. Realmente, amar é a única coisa que pode nos dar um norte. Há quem não creia em Deus, na eternidade da alma, na justiça, e sinta-se aprisionado numa vida mesquinha e fútil. Pois o amor, não precisa de provas, e é tão democrático que alcança todas as classes e idades. É gratuito, e quanto mais se dá, mais temos para dar.
    Lindíssima ficou esta parceria, um verdadeiro ato de amor solidário, compartilhando idéias e sentimentos.
    Parabéns e abraços para as duas.
    Bíndi e Ghost

    ResponderExcluir
  26. Bem,por vezes no correr da vida ficamos um pouco perdidos,mas basta apenas um toque,o palpitar do coração,um sorriso,um gesto,uma palavra ...o amor

    Bjo

    ResponderExcluir
  27. Funcionou a parceria, ficou lindo!
    Liberdade ou prisão? Muito relativo, o que pode aprisionar alguém pode não ser visto dessa maneira por outro. A intensidade das coisas gera o conflito.
    Beijos às duas!

    ResponderExcluir
  28. Pati querida,
    Você sozinha já era sucesso imagine agora com mais uma mente brilhante... Parceria perfeita!!!
    Adorei o poema e a decisão mora em nós...!!!
    A frase de hoje para você é "Quase sempre a maior ou menor felicidade depende do grau de decisão de ser feliz." (Abraham Lincoln)
    Abraço gigante com calor de saudades.

    ResponderExcluir
  29. Muito lindo esse poema, parabéns a essa dupla dinâmica!

    Que uniram os talentos, e nasceu esse precioso poema.

    Um abraço as duas poetisas!

    Obrigada!

    Um abraço.

    ResponderExcluir

A verdade está em mim, sou amante dela com todo o fervor, e desse modo peço que todos que aqui passarem, comentem com a alma, com paixão e verdade, deixando a sua opinião particular e individual, afinal, somos seres únicos com visões diferentes!
Que a alma de cada um de vocês transborde nesse espaço tão meu, tão nosso!
Obrigada e beijos na alma!!!!!!!!!!

Patrícia Pinna.