REDESCOBRIDORES DA ALMA!

quarta-feira, 13 de julho de 2016

Mãos By Patrícia Pinna




As mesmas deslizantes neste momento especial
A garra sobreposta e composta
As loucas mãos despidas 
As nuances do seu dedilhar
Tocando profundamente o seio do amor
Num calor de gotas suaves exibindo luz

Nasce um clamor, vislumbra o resplendor carmim
Desejoso de não finalizar a guerra
E, na terra amada, encontra encantos viciantes
Nas curvas perigosas
Nos cinco nomes distintos

Insanidades luxuriosas, reverberantes
Delicadeza no tato, fato delirante
Sensibilidade em digitais diferentes
Ligeiras ou vagarosas guardam a prosa
Dos amantes quase mudos
Na peculiar linguagem agradável

Repousa com carinho onde quer
Faz desenhos sem giz, fortalece a raiz
Marca silhuetas ao anoitecer
Clareia suas intenções ao amanhecer
Libertária, insinuante, calmante
O que me diz?

Autoria: Patrícia Pinna
Imagem:Acervo pessoal
Vídeo: You Tube



22 comentários:

  1. Interessante, um poema feito à mão. E para a mão. ;)

    beijo

    ResponderExcluir
  2. Muito lindo seu poema, Patricia, gostei muito, um abraço e felizes dias.

    ResponderExcluir
  3. Sempre arrasa né Paty?

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  4. Lindíssimo poema!
    feito com as mãos, feito com amor!
    bjs

    ResponderExcluir
  5. Loucas mãos despidas,
    com os seus delicados dedos
    unhas curtas não compridas
    onde guarda os seus segredos?

    Faz desenhos sem giz,
    pintadas de encarnado
    com elas tenha cuidado
    não arranha o seu nariz!

    É assim que você as quer,
    ficam-lhe bem pois então
    você apaixonada mulher
    guarda o amor no coração.

    Boa noite e bons sonhos,
    um beijinho, p'ra você Patrícia Pinna!

    ResponderExcluir
  6. Sempre maravilhosa querida amiga ,um prazer enorme ler tão belos momentos ,muitos beijinhos no seu coração.

    ResponderExcluir
  7. Mãos que fazem, que produzem que apagam...Mãos em prol de nos fazer feliz! Belo poema, amiga Patrícia Pinna! Boa noite de paz! Bjs no coração.

    ResponderExcluir
  8. Belo tema, versos que bem traduzem a sensibilidade da autora frente a esse mundo tão rico que é o ser humano, em seu corpo e sua mente. Parabéns, poetamiga!!!

    ResponderExcluir
  9. Que seria de nos sem as maos? é atraves delas nossa primeira descobeta do mundo... os cegos leem por elas... belo poema...

    Beijos...

    ResponderExcluir
  10. Uma bela musica, uma bela mão na foto.
    Uma inspiração no poder que tem um mão, que suaviza, que atiça, que faz o bem e o mal. A mão que faz e refaz e dizia uma amigo, que quando um poeta está a produzir, Deus vem e coloca sua mão sobre a do poeta.

    Bonito trabalho amiga.
    Carinhoso abraço.
    Bju de paz e que tenha um lindo fim de semana com as mãos recebendo flores.

    ResponderExcluir
  11. Sempre inspirada e maravilhosa!
    Belo poema, Patrícia. Gosto da cadência de seus poemas.
    beijinho.

    ResponderExcluir
  12. Quanta verve!! Não existe amor sem mãos tantas, elas que envolvem, transmitem calor e aproxima os amantes! Mui belo!

    ResponderExcluir
  13. Mãos fortes e quentes que envolve e que essitam
    traçando linhas da vida...Como sempre apresenta palavras com um grande significado e com muita beleza.
    Parabéns Paty,sempre arrasa.
    Bjssss

    ResponderExcluir
  14. Belíssimo poema, Patrícia querida.
    Aplausos!
    Tenha uma abençoada e feliz nova semana.
    Beijinhos de
    Verena e Bichinhos.

    ResponderExcluir
  15. Mãos que oferecem e recebem. Mãos que manejam a luz e as sombras das palavras... Muito belo!
    Um beijo, Patrícia.

    ResponderExcluir
  16. Passando por aqui, redescobrindo!
    bjs

    ResponderExcluir
  17. Belissímo poema que as suas generosas mãos nos ofereceram.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  18. Lindíssimo poema querida.
    Mãos que oferecem e recebem. Mãos que afagam e acalentam.
    Mãos que manejam a luz ,
    Que poético, lindo, gostoso de ler e se envolver
    Linda canção.
    Amei
    Rosa Valverde

    ResponderExcluir
  19. Mãos são mágicas. Mãos escrevem, digitam, acariciam, namoram, pegam coisas, jogam coisas, fazem coisas, empinam pipas, constroem e também destroem... que as guiemos com o coração, acima de tudo.

    ResponderExcluir
  20. http://anna-historias.blogspot.com.es/.
    Te mando mi blog si quieres darle un vistazo gracias

    ResponderExcluir

A verdade está em mim, sou amante dela com todo o fervor, e desse modo peço que todos que aqui passarem, comentem com a alma, com paixão e verdade, deixando a sua opinião particular e individual, afinal, somos seres únicos com visões diferentes!
Que a alma de cada um de vocês transborde nesse espaço tão meu, tão nosso!
Obrigada e beijos na alma!!!!!!!!!!

Patrícia Pinna.