REDESCOBRIDORES DA ALMA!

sábado, 9 de junho de 2018

Às Vezes By Patrícia Pinna




 Deita o corpo, a alma e o espírito
No rubi indesejado e sem gracejo
Num sussurro lancinante e preocupante
Uivo de loba totalmente tola

Despe-se do seu amor
Seu sorriso
Seu brilho lunar
Envereda-se consoante
Ao que seu sentido prevê
E vê a forma fluídica perecer

Às vezes, poucas, intensas horas
Em que  o domínio escapa-lhe
Do cerne do equilíbrio
Vociferando agonias intermináveis!



Autoria: Patrícia Pinna
Direitos autorais reservados por Lei
Imagens: Internet




12 comentários:

  1. Mais uma linda poesia!Adorei te ler, novamente! Sempre vale! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Estava com saudade de seus belos poemas que sempre nos levam a lê-los nas entrelinhas, nas belas metáforas trabalhadas com sua criatividade! Parabéns!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  3. Que espetáculo de poesia. Vibrante,envolvente. Sua sensibilidade é tocante. Amei amei amei.Que belo dom o criador te deu. E sorte a nossa de poder desfrutar de belos e trabalhados poemas. Muito obrigada pela partilha. Beijos na alma. Rosa Valverde

    ResponderExcluir
  4. A vida é repleta de Às vezes! Profunda poesia e como sempre bela! Parabéns, Patrícia Pinna Poeta! Bjs no ❤

    ResponderExcluir
  5. A vida é repleta de Às vezes! Profunda poesia e como sempre bela! Parabéns, Patrícia Pinna Poeta! Bjs no ❤

    ResponderExcluir
  6. Lindo e profundo poema amiga Patrícia!
    Às vezes nos deparamos com tantas coisas e muitas vezes precisamos mudar.
    Parabéns por tão linda obra poética.
    Bjs e um ótimo domingo.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  7. Profundo poema, minha amiga! Interessante uso das palavras na última estrofe, trabalho de uma verdadeira artesã!! Um verso especial me toca profundamente: "despe-se do seu amor". Gosto dele, pqu o amor aqui é uma capa de proteção e óculos para se ver o mundo e ao dele se tornar distante, há dor, não há alegrias, não há o sorriso! Brilhante!

    ResponderExcluir
  8. Bom dia amada Patrícia! Eu sumo, você some e no final estamos aqui tecendo poesias rs. Espero que esteja bem. Você escreve tão divinamente bem que fico timidamente sem saber o que comentar. "As vezes" mudanças são necessárias, ainda mais no que diz respeito aos assuntos do coração.

    Mil beijos
    Otima semana!
    Dan
    https://gagopoetico.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Um poema com "uivo de loba". Muito intenso e belo, Patrícia.
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  10. Boa noite, querida Patricia!
    Há dores alucinantes... arrancam à fórceps nossos sentimentos... dilaceram corpo e alma...
    Incrível como você exprimiu a dor purgada em forma de versos uivados!
    Lendo, senti o grito fatal da loba. Parabéns!
    Seja muito feliz e abençoada junto aos seus amados!
    Bjm fraterno e carinhoso de paz e bem
    😚😍💟

    ResponderExcluir
  11. Há muita coisa a acontecer "às vezes" nas nossas vidas.
    Mas é bom saber "uivar" assim... de onde resultou um excelente poema. Parabéns pelo seu talento.
    Continuação de boa semana, amiga Patrícia.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  12. Às vezes é assim, outras assim e outra nem assim querida Patricia. Viver é estar de frente para o inusitado, para os às vezes e somos todos este momento de profunda reflexão sobre este prosseguir sem se ferir, sem ferir. Um belo trabalho da poesia e que bom ver você de volta com sua arte bela.
    Beijo amiga.

    ResponderExcluir

A verdade está em mim, sou amante dela com todo o fervor, e desse modo peço que todos que aqui passarem, comentem com a alma, com paixão e verdade, deixando a sua opinião particular e individual, afinal, somos seres únicos com visões diferentes!
Que a alma de cada um de vocês transborde nesse espaço tão meu, tão nosso!
Obrigada e beijos na alma!!!!!!!!!!

Patrícia Pinna.