REDESCOBRIDORES DA ALMA!

domingo, 4 de novembro de 2018

O Oculto da Reconstrução! By Patrícia Pinna




Cabia-lhe no profundo pesar dos olhos
A visão desconhecida, alma clara, pólen
Enleio de remanso, uma imaginação 
vertiginosa, instrumental preenchido
por versos impressos de vida, ora falida

Fecundo ventre amante do campo 
e seus silêncios crus, pinheiros musgos
poesia bucólica, a contemplação despida
na despedida, embargo na voz

Regresso ciente do caminhar sem lua
Canto de gaiola sem água, novo sentido
Além da sua percepção intuitiva, mágoa
e um escudo invisível a lhe procurar

A pedra serviu-lhe de travesseiro
Toda terra do fundo da cachoeira, de unguento
e, os animais de ouvintes, num monólogo
compreendido, bem mais do que se fossem humanos
e o fogo afastara de si os tropeços da escuridão
Foi-se, então, forte, protegida e amada pelo não revelado
nesse tempo de reconstrução, nada é em vão!


Autoria: Patrícia Pinna
Direitos autorais reservados por Lei
Vídeo: You Tube
Imagem: Internet




13 comentários:

  1. Que maravilha de poema, amiga! Um simbolismo profundo e introspectivo!

    ResponderExcluir
  2. Lindo poema, despedidas e regressos, eis uma boa inspiração!
    Amei ler aqui, eu de volta de umas férias, que prazer que é retornar!
    Abraços apertados querida amiga Patrícia!

    ResponderExcluir
  3. Muito linda tua poesia! Gostei muito,Patrícia! Sempre lindas inspirações! bjs, chica

    ResponderExcluir
  4. Interessante, cheio de significados e surrealismo.
    bj

    ResponderExcluir
  5. No mistério de Si, deslumbra através da aprendizagem um novo modo de se reconstruir. Belo poema, amiga Patrícia Pinna! Feliz semana! Bjs no coração.❤

    ResponderExcluir
  6. Boa Noite, querida amiga Patrícia!
    Um poema cheio de metáforas contundentes que é preciso ler com o 💙.
    Profundamente tecido nas entranhas da dor, do autoconhecimento e de muito mais.
    Só se lê bem com o 💙 o que escreve, querida.
    Versos que se arrastam como uma navalha na alma...
    Tenha dias abençoados!
    Bjm fraterno e carinhoso de paz e bem

    ResponderExcluir
  7. Que poema Maravilhoso!!! Cheio de significados e autoconhecimento. Inspiração aflorada e misteriosa. Profundo, excepcional. Li, reli e amei.

    ResponderExcluir
  8. Adorei tanto que não coloquei meu nome no comentário acima. Rosa Valverde

    ResponderExcluir
  9. Que inspiração maravilhosa amiga Patrícia!
    Você consegue nos transportar para todo esse acontecimento tão profundo.
    Amei ler.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  10. Lindo, lindo. A pedra como travesseiro foi sensacional. Parabéns.

    ResponderExcluir
  11. Percebo como um recomeçar depois de uma desilusão, perca. Um começar do zero, porem faz necessário, é recomeçar ou recomeçar, sem meio termos, sem alternativas. Encontrar satisfação nas coisas simples, que antes não tinha percebido, prestado atenção, talvez por julga-las tão óbvias, claras, aparentemente... E perceber que ser feliz, realizar-se, talvez não exija tanto, a gente é complica sobremaneira a vida. Encontrar-se nas coisas simples, ter olhos pra ver, como diz o sagrado livro. E chegar a conclusão de De repente nada acontece por acaso, como dizem, chegar até a agradecer mais tarde, pasmem, o agora infortúnio ocorrido ou ou como diz o povo: "há males que vem para o bem. Ótima poesia, clássica. Beijos, Pat. https://www.youtube.com/watch?reload=9&v=SKWzSWKFtBs

    ResponderExcluir
  12. Olá amiga Patrícia Pina!
    Passei para apreciar mais uma bela poesia, como sempre, os seus poemas são deliciosos de ler, parabéns amiga!
    Beijos com carinho no seu 💖🌹 seja feliz!

    ResponderExcluir
  13. Melancolia e poesia numa linda inspiração onde a reconstrução passeia pelos descaminhos desta vida. Uma bela arte querida amiga e a vida é este carregar de coração cheio de vontades e desencontros. Um belo encontro com Corsário esta musica linda do João.
    Bom feriado amiga.
    Beijo de paz no coração.

    ResponderExcluir

A verdade está em mim, sou amante dela com todo o fervor, e desse modo peço que todos que aqui passarem, comentem com a alma, com paixão e verdade, deixando a sua opinião particular e individual, afinal, somos seres únicos com visões diferentes!
Que a alma de cada um de vocês transborde nesse espaço tão meu, tão nosso!
Obrigada e beijos na alma!!!!!!!!!!

Patrícia Pinna.