REDESCOBRIDORES DA ALMA!

quarta-feira, 25 de julho de 2012

SAGA

 


O cavalheiro sofreu de remorso
Por não tratar a sua dama como convém
Recebeu a negação da sua voz
Tornando-se dela um triste refém

O castelo em que viviam
Condizia com a beleza interior
Que retratava aquele amor
Mas o cavalheiro esqueceu
De cuidar dele com fervor

A dama decepcionada ficou
Ao ver que ele só pensava em si
Vendo a gentileza dele não mais fluir 

Partiu do castelo num galope
Galope de cavalo arredio
Não importando-se nem com o frio

Cavalheiro de atitudes ambíguas
Coloca-se a lamentar por perder o seu amor
Que dizia venerar

Seu arrependimento não foi sincero
Incorreu no erro sem pensar
Ficando sem a dama
Por não sabê-la cortejar.



AUTORIA: Patrícia Pinna.
Imagens: Internet




47 comentários:

  1. É!!!! Todo sentimento tem que andar em mão dupla!
    Bj, minha queridona

    ResponderExcluir
  2. Olá, amiga Patrícia!
    Deveras se deve tratar quem se ama com ternura, delicadeza, carinho e cortesia, pois a bravura e rudez são somente para as batalhas da vida.
    O poema é constituído por versos livres e rimados com rimas alternadas e ricas, o que lhe dar mais dinamismo e beleza poética.

    Parabéns pelo alumbramento!

    Abraços do amigo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Patricia

      É assim, o amor seja a que nível societário for, precisa sempre de ser alimentado. Nunca os castelos construídos no ar tiveram jeito para incentivar algo de positivo. Por maioria de razões, a delicadeza que encerra o entendimento entre dois corações se compadece com ilusórios convencimentos.
      Bem imaginada e melhor construída a história poética!
      Beijos

      Excluir
  3. O amor morre se não bem tratado...Lindo!!beijos praianos,chica

    ResponderExcluir
  4. E assim, muitos cavaleiros distraídos caem de seus garbosos cavalos brancos...

    ResponderExcluir
  5. Ah! Se não houver delicadeza, ternura e cuidados... amor nenhum resiste!
    Bj. Célia.

    ResponderExcluir
  6. Lindo texto! Embora remeta à um conto antigo, é uma situação mais atual do que se imagina. Um abraço!

    ResponderExcluir
  7. Ola Patricia!

    Que bom lhe ver la no atitude!
    Muito obrigada por seguir e sinta-se a vontade por lá,viu?

    Lindo esse texto e muito bem escrito!
    Alias tudo aqui vê-se que é escrito com a alma!
    Parabéns pelo lindo dom!

    Seguindo e lincando!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. "O castelo em que viviam condizia com a beleza interior" Esse texto me lembrou uma música da Isabella Taviani, em que diz assim: Eu moro num casebre de prata e você no seu castelo de farsas...que o vento carregou.
    Boa semana!

    ResponderExcluir
  9. Boa tarde amiga,
    Precisamos cuidar sempre do amor, semelhante a um flor, se não este poderá adormecer para sempre...
    Tenha um lindo dia!
    Abraço amigo
    Maria Alice

    ResponderExcluir
  10. Olá doce amada ! Sentir todo seu sabor neste deicioso poema.
    É adorável ler sua fertilidade nas letras e a cada poema nos traz uma nova maravilha e realmente esse poema chamado " Saga " já é o meu novo encanto , encanto que rima com canto e canto que combina perfeitamente com a musicalidade do poema. Poxa, na medida que eu lia , músicas saiam da minha boca , escreveste uma canção que chegaste com carinho em mim .
    Oh Castelo ! Por quê ser assim ? Oh Pobre príncipe , como deixaste escapar o amor da sua vida ?
    Hoje ele chora , certamente ao fato de não ter regado as flores e ter deixado as pobrezinhas ali , no cantinho , com sede...sede de atenção , sede de carinho , sede de entusiasmo , sede de cumplicidade , sede de amor . Um castelo tão lindo que tinha tudo para ser bonito , deixaste acabar ...

    Poetisa maravilhosa Patrícia Pinna em forma de versos soube cantar essa história ,ou melhor , essa saga !

    " A dama decepcionada ficou
    Ao ver que ele só pensava em si
    Vendo a gentileza dele não mais fluir "

    Quando magoamos alguém que amamos , ferímos a nós mesmos , e o príncipe duplamente , pelo fato de decepecionar a quem poderia ter se dedicado muito muito muito muito mais , pois a príncesa era carne do seu corpo e o príncipe causou uma auto-mutilação .
    Mas na realidade ele perdeu pra si mesmo , dependia apenas dele .

    E agora José ?
    Agora , fará aula de Corteja uma dama
    Para sim criar uma saga de quem ama !!!!!!!!!!!!!!!

    Este poema além de nos fazer cantar com a sua musicalidade , além da tamanha delicadeza , também nos faz refletir com seu precioso sentido ....


    ADOREI !!!! Fica até difícil citar versos , pois me apaixonei por todos rs .

    Mais uma vez :

    Obrigado Amada adorável talentosa Poetisa Patrícia Pinna!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  11. Olá querida amiga Patricia Pinna!
    Que saudade de blogar... hoje vim te ler e encontrei este belo poema!
    Quando você descobre a tua alma?

    Beijão e um bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  12. Vim agradecer a visita e comentar seu poema.
    Existem tantos cavalheiros iguais a esse do poema e fazem um estrago bem grande na vida da gente...
    um beijo

    ResponderExcluir
  13. gosto de cavaleiros e damas e seus versos ficaram reais e envolventes.Bom dia... bjuuu

    ResponderExcluir
  14. Minha querida

    Por vezes pensamos ter um princípe e afinal nada mais é que um feio sapo.
    Como sempre adorei e deixo o meu beijinho com carinho.
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  15. Que lindo Patrícia, amei essa poesia!
    Eu me identifiquei muito. Parabéns!
    Bjos e um final de semana feliz XD

    ResponderExcluir
  16. Minha Amiga Olha Eu Aqui..
    Um magnifico poema és realmente uma excelente poeta quanto amor
    quanta ternura em cada verso.
    E verdade amada existe amores em nossas vidas que causam
    um tremendo estrago em nossas vidas.
    Pior de tudo quando ele ainda consegue deixar marcas sem fim.
    Linda noite feliz final de semana e vamos que vamos contar os dias até sua chegada.
    Beijos sua amiga pra sempre,Evanir.

    ResponderExcluir
  17. OI PATRICIA!
    LINDO!
    UMA RELAÇÃO A DOIS TEM QUE TER CARINHO, CONFIANÇA E AMOR, SABENDO-SE QUE SÃO SERES DISTINTOS, CADA UM COM SUAS PARTICULARIDADES QUE DEVEM SER CULTIVADAS E RESPEITADAS, PARA NÃO ACABAR COMO NO TEU TEXTO,O CAVALHEIRO SEM A SUA DAMA.
    ABRÇS

    zilanicelia.blogspot.com.br/
    Click AQUI

    ResponderExcluir
  18. O amor é como a flor, se não receber carinho, e cuidados, definha e morre....O carinho dos amigos traz um bem e um conforto que nem imaginas! É um alimento para o coração! Terei uma postagem nova na segunda-feira, dia 30 de julho.
    Grande e carinhoso abraço!
    Sábado e domingo abençoados!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Olá Patrícia querida !!!

    Que lindo poema !! Retrata muito bem uma situação que acredito que muitas de nós já passaram, eu pelo menos já passei...
    É triste quando construímos uma relação dando nosso melhor, com todo carinho e dedicação e acerto ponto percebemos que foi em vão, pois só nós nos demos por inteiro enquanto o outro não se entregou ou esforçou o bastante... Acredito que quando o amor é verdadeiro, mesmo que tenhamos um temperamento reservado, isso não nos impede de contribuir para a relação. Eu mesma era muito fechada e pouco carinhosa, mas quando me peguei apaixonada, passei por cima disso e me entreguei, procuro sempre cultivar os gestos, a atenção, cuidar do amor e da relação como uma plantinha, que morre sem cuidados... Então creio que quem não se dá desta forma, no fundo não tem real interesse em se esforçar... talvez não seja amor verdadeiro... e isso dói, sabermos que estávamos numa estrada de mão única, onde só nós nos entregamos...
    E quando percebemos isso, melhor mesmo é fugir a galope, tendo a certeza de que é a decisão mais acertada, pois ninguém deve se contentar com migalhas... e manter no coração a esperança de que encontraremos quem saiba cuidar do que tem, nosso coração :)

    Adorei, como sempre é delicioso passar por aqui !
    Um mega beijo e que seu Domingo e semana sejam ótimos :D

    ResponderExcluir
  20. Desculpe, empolguei e escrevi errado, é : A certo ponto ;)
    beijos de novo :)

    ResponderExcluir
  21. Um bom dia pra você!

    Vim deixar meu abraço, nesse dia de
    sol, e agradecer pela presença sempre
    carinhosa no meu Cantinho
    Parabéns por ser essa pessoa querida
    e está comigo sempre
    Bjusssss
    Rita!!!

    Sempre postando maravilhas, esse é um luxo!!

    ResponderExcluir
  22. Bom dia minha menina Paty !!!!!
    Bom domingo minha menina Paty!
    Ah!Como desejaria ter um príncipe para me fazer comentários assim com o sabor dos contos de fada...
    Sabia que os comentários nos dar o sabor das nossas escritas,nos engrandece intelectualmente a cada novo dia.E você já nasceu para ser rainha dentro do seu poetar.Seu castelo é de cristal,lindo e transparente.Tem reflexo e brilho que te faz um ser singular.
    Lendo seu poema,comecei numa cavalgada que me levou até aquele castelo,vivenciei todos os sentimentos vivenciados.Vejo que quando se escreve com a alma tudo ganha um ar de prosperidade.Também vejo e sinto que você tem o destaque de um futuro promissor que te fará destaque sempre nas escritas.
    Eu ainda quero ver essa minha amiga na mídia fazendo e acontecendo nas páginas da vida .Com toda sua beleza e simpatia ao lado de um príncipe(Caio)da paz,te cobrindo de amor e muito carinho.
    Poema lindo para ser lido num dia de domingo,rsrsrsrsr.Acertei quando deixei pra comentar hoje...
    Bjs com sabor de dia de domingo!

    ResponderExcluir
  23. Oi Patrícia
    Devemos cuidar bem de todas as relações, para que possamos viver em paz, felizes. Um ótimo domingo, bjs

    ResponderExcluir
  24. Linda poetisa, adoro tuas visitas e a maneira incentivadora de teus generosos comentários.É sempre um prazer ler teus poemas.
    Linda tarde de domingo.Bjs Eloah

    ResponderExcluir
  25. Um poema com um ritmo delicioso, Patrícia.É sempre um prazer te ler.

    Príncipes e princesas devem ter expectativas muito altas quanto ao outro.A probabilidade disso virar decepção é alta também ...

    Beijinhos, querida e obrigada sempre pelo carinho.

    ResponderExcluir
  26. É o jeito de tratar amiga que conta. Não valorizou... perde!
    Ficou lindo! Bjus

    ResponderExcluir
  27. Patricia,gentileza é tudo.especialmente no amor!Linda poesia!bjs e boa semana!

    ResponderExcluir
  28. Passando pra ver como estas e dizer que hoje tem post novo! Obrigada pelo carinho e pela presença amiga, sempre constante no blog.... Infelizmente não consigo visitar a todos como gostaria..... Então peço desculpas se, por vezes, me demorar um pouquinho mais a aparecer.... Mas... com certeza voltarei! Dia 02 de agosto, quinta-feira, terá novo post também!
    Uma semana feliz e cheia de oportunidades! Abraço carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  29. Um poema forte,,,de sentimentos perdidos,,,infelizmente esse cavaleiro se perdeu por não saber dedicar amor, por não saber pedir perdão e pior,,,por não conseguir ser sincero...belíssimo....beijos de uma linda semana pra ti amiga...

    ResponderExcluir
  30. Cavaleiros e princesas... castelos que se erguem e que desmoronam... uma metáfora analógica se é que podemos dizer assim... um poema dos cotidianos...
    Lindo espaço.
    Amei. Grata por me acompanhar. estarei por aqui mais vezes...

    ResponderExcluir
  31. Olá Patrícia, passando para me deliciar com seus escritos sempre lindos e para tomar um cafezinho com esta menina linda.
    Gosto muito de ti e vc sabe disso.
    Beijão do Zé Carlos

    ResponderExcluir
  32. Patricia
    Quero pedir desculpade não te ter atendido, como mereces, mas estava a procura um elemento para ajudar um amigo.
    Ao mesmo tempo apoveito para te dizer que, o TOP CECRET OLAVO, tem capítulo novo,
    Beijos

    ResponderExcluir
  33. Patricia, amiga querida, linda poesia.
    Obrigada pela indicação de + 1 no Google, eu nem sabia quem indicava, só fiquei sabendo depois que fiz a página no Google +.Valeu amiga.

    Uma dama decepcionada,esse Amor que se esvai como o ar que se desloca em vários sentidos, jura-se amor , o mesmo se vai, fica o lamentar da alma sofrida.

    Beijos e uma ótima semana.

    ResponderExcluir
  34. Contar uma história num poema não é fácil.
    Mas tu fizeste-o muito bem.
    Patrícia, tem uma boa semana.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  35. ola - ja estacionei aqui em seu espaço. ele é muito bem cuidado, tem vida. gostei. prossiga investindo nele. volto outras vezes. grande abraço lamarque

    ResponderExcluir
  36. O amor é como uma plantinha. Deve ser regado a cada dia.
    Beleza de poesia.
    Abração.

    ResponderExcluir
  37. Olá, Patricia!!
    Amei te encontrar no meu blog,amada!!
    A fraqueza, vem em certos momentos sim!!Mas, ao confessarmos Ao Pai, nossas fraquezas, Ele nos fortalece e sempre está ao nosso lado.Creias!!Ele nunca nos deixa só!!!!
    Lindo poema.Beijos no core.
    Soninha.

    ResponderExcluir
  38. É muito prazeroso entrar nesse lindo blog poético.
    Tu conseguiste deixar um poema triste, belo. Quem nunca passou por isso? Infelizmente, nem sempre o amor prevalece.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  39. O amor não resiste a falta de carinho, gentileza e cuidados.Infelizmente existem muitos desses cavaleiros por ai a fora.
    Beijos!
    Ótima semana!

    ResponderExcluir
  40. Patrícia, são muitos os que assim agem. E a dama, mesmo apaixonada, deixa, a galope, o castelo. De nada vale a suntuosidade da morada se o cuidado para com o sentimento não é o foco de seu amado. Sonhos desfeitos. Castelos de areia. E lágrimas. Bjs.

    ResponderExcluir
  41. ESTE POEMA É PARA MIM , DESCREVE TUDO O QUE FOI O MEU VIVER COM ALGUÉM . QUE FOI ESTE CAVALEIRO.FOI UMA DESILUSÃO ENORME . BJHS

    ResponderExcluir
  42. Me identifiquei muito com este poema. Parabéns!

    ResponderExcluir
  43. Quem ama cuida e esta sempre atento,para fazer de cada dia um renovar de emoções,sob pena de perder a viagem.
    Bela inspiração.
    Meu terno abraço.
    Bjo.

    ResponderExcluir
  44. Cuide bem do seu amor, seja ele quem for.É uma honra, sempre comentar os seus lindos poemas pois tenho muita admiração por quem sabe escrever poesia. É um modo de expor-se nas entrelinhas.E vc é a deusa poética da blogosfera.
    Bjsss

    ResponderExcluir

A verdade está em mim, sou amante dela com todo o fervor, e desse modo peço que todos que aqui passarem, comentem com a alma, com paixão e verdade, deixando a sua opinião particular e individual, afinal, somos seres únicos com visões diferentes!
Que a alma de cada um de vocês transborde nesse espaço tão meu, tão nosso!
Obrigada e beijos na alma!!!!!!!!!!

Patrícia Pinna.