REDESCOBRIDORES DA ALMA!

terça-feira, 12 de julho de 2011

QUEM SOU EU?

 


Não sou santa
Nem sou profana
Não sou calor
Nem sou frio

Não sou boa
Nem sou má
Não sou chuva
Nem sou seca

Não sou consciente
Nem sou inconsciente
Não sou certeza
Nem sou incerteza

Não sou prudente
Nem sou imprudente
Não sou bela
Nem sou feia

Não sou feliz
Nem sou infeliz
Não sou emoção
Nem sou razão

Não sou certa
Nem sou errada
Não sou calma 
Nem sou nervosa

Não sou crente
Nem sou descrente
Não sou equilíbrio
Nem sou desequilíbrio


Eu sou a dualidade
Eu sou o momento
Eu sou a mistura
Eu sou a circunstância
Eu sou a VIDA
Feita de um pouco de tudo! 


AUTORIA: Patrícia Pinna.
Imagens: Internet.

14 comentários:

  1. " Eu sou a dualidade , eu sou o momento , eu sou a mistura , eu sou a circunstância , Eu sou a vida , feita de um pouco de tudo " . Considero que palavras como essas , são capazes de entrar na história. Que poder passa a sua poesia , gostei muito do jogo de palavra , muito criativo poetisa Patrícia . Voa Voa e Voa no alto céu da montanha . Maeravilhosamente bem . Temos em cada um de nós essa dualidade , dualidade que medida na balança poderá sobressair uma qualidade , aquela que na qual fica contida por mais tempo , por exemplo, no décimo quinto verso e décimo sexto diz " Não sou feia , nem sou bonita " Nesse sentido não há dualidade , uma vez que você é bonita . E em outro que você diz que não é razão nem emoção , aí sim vem aquilo que eu disse , na característica que fica por mais tempo contida em nós , nesse caso você é mais emoção , lógico que você é possuidora de razão , porém fala mais alto a emoção . Em fim , pensamentos seus que nos fazem refletir com promazia. Talentosa poetisa !

    ResponderExcluir
  2. A essência dos teus versos se transfora em poesia...nos deixa o sentido...
    Bjssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  3. MUITA LINDA ESTA SUA POESIA
    PARABENS

    ResponderExcluir
  4. A definição de nós mesmos está na intensidade dos sentimentos,,,dos sonhos que por mais malucos que sejam, são nossos, do amor que sentimos, de tudo que almejamos pela vida,,,e por fim,,,da loucura de amar e conseguir ser amado...grande beijo de lindo dia pra ti minha amiga...

    ResponderExcluir
  5. Patrícia

    A descoberta de nós, do nosso interior, começa sempre pelas definições que nos propomos de nós.
    Aqui, com essa dualidade consegues um lindo Poema da Personalidade.
    Fica-te bem, Amiga.

    beijo

    SOL da Esteva
    http://acordarsonhando.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Patricia
    É preciso viver um pouco essa dualidade para conhecermos o que queremos e o que não queremos mais tarde, ou então, encontrar o ponto de equilíbrio entre as coisas na vida! Bjkas.

    ResponderExcluir
  7. Olá minha miga querida Patricia!
    Já estou voltando aos blogues. Minha mãe já se recuperou do apagamento que teve em seu cérbro, não na totalidade, mas diria 90%. Tive de abandonar o computador, principalmente os blogues e meus seguidores pois não me sentia concentrado só pensando na mamãe.
    Mais um vez, adorei o seu texto lindissimo! Vou ler as postagens anteriores.

    Um beijão grande e obrigado pela força.

    ResponderExcluir
  8. É bem assim...A vida é feita de pequenos momentos, diferentes, alegres, tristes, de tudo um pouco...uma linda "salada",rsr beijos, tudo de bom e obrigado pela visita.

    Quanto aos blogs e visitas, sempre que dá estou visitando. Agora, amanhã entro em férias mas na volta, tudo volta ao normal..

    um beijo,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  9. O blog “É O MENINO HOMEM?” vai comemorar o 3º aniversário e convidado especial é VOCÊ! Convido-te a participar do Blogagem Coletiva: “MINHAS PRIMEIRAS LEITURAS”, que acontecerá neste domingo (17 de Julho), com a intenção de promover um interessante diálogo sobre as iniciais experiências no universo encantado das palavras... Não deixe de conferir e rememorar momentos tão inesquecíveis! Confirme sua presença no meu blog e veja o regulamento para a postagem.

    Um beijo,
    do MENINO-HOMEM

    Fique com Deus!

    ResponderExcluir
  10. Um belo final de semana pra ti amiga,,,poesia e paz sempre...beijos e beijos.

    ResponderExcluir
  11. Que belos versos Patrícia!!
    Que ser mais em constante transformação e ebulição!!

    Lindo, lindo, não tinha lido este!
    Continue a escrever assim, com o coração...

    Beijos e bom descanso!

    ResponderExcluir
  12. Querida Patrícia, tens toda a razão... o teu poema é igualzinho ao meu, excepto na forma e nas palavras usadas. Mas a ideia é realmente a mesma.
    Gostei do teu poema, muito ao teu estilo (inconfundível).
    Beijos, minha amiga linda.

    ResponderExcluir
  13. É essa pluralidade que a faz diferente, que a faz feliz. Gostei das multifaces de minha amiga poeta. Beijos.

    ResponderExcluir

A verdade está em mim, sou amante dela com todo o fervor, e desse modo peço que todos que aqui passarem, comentem com a alma, com paixão e verdade, deixando a sua opinião particular e individual, afinal, somos seres únicos com visões diferentes!
Que a alma de cada um de vocês transborde nesse espaço tão meu, tão nosso!
Obrigada e beijos na alma!!!!!!!!!!

Patrícia Pinna.